Horário é ampliado para saque do FGTS

Agências estenderam o funcionamento em duas horas de hoje a terça-feira

FGTSFGTS - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal vai estender em duas horas o funcionamento de suas agências - de sexta-feira (13) a terça-feira (16) - para facilitar o saque de R$ 500 das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) dos trabalhadores. Com a iniciativa, o expediente das unidades começará às 8h em vez de abrir às 10h. As que funcionam a partir das 9h, atenderão às 8h e terão uma hora a mais no final do dia. Segundo o vice-presidente de Distribuição, Atendimento e Negócios da Caixa, Valter Nunes, o movimento nesses dias vai definir se há ou não a necessidade de abrir mais calendários especiais nas semanas seguintes. Outra novidade é que as agências vão funcionar neste sábado, das 9h às 15h, para o pagamento dos recursos.

De acordo com uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 45% dos beneficiários pretendem fazer o saque. Entre eles, 38% pretende o usar o recurso para quitar dívidas, o que corresponde a 9,7 milhões de brasileiros.

O cartão de crédito é uma das principais dívidas que serão pagas com o FGTS, com 42% das intenções. Guardar ou investir está no planejamento de 33%, enquanto 24% devem direcionar o dinheiro para cobrir despesas básicas e 17% pretendem realizar compras em supermercados. Há ainda 13% que pretendem realizar compras de produtos e serviços e 10% vão antecipar o pagamento de compras que não estão em atraso. Já entre os que não querem resgatar o valor, 60% preferem deixar o dinheiro guardado e 30% consideram o limite de R$ 500 muito baixo para o saque valer a pena.

Leia também:
Quase 10 milhões de pessoas usarão dinheiro do FGTS para pagar dívidas
Começa nesta sexta-feira a liberação do saque do FGTS
Caixa inicia pagamento de FGTS; saiba como sacar


O planejador financeiro Paulo Marostica conta que quitar dívidas, como a do cartão de crédito, é um bom destino para o saque do FGTS: “É um uso totalmente racional porque dificilmente a dívida do trabalhador vai ter uma taxa menor do que ele está ganhando no fundo, então, faz todo sentido sim resgatar do fundo para pagar dívidas". Para ele, aplicar em produtor e serviços pode não ser uma boa ideia. “Você está mexendo em uma poupança. Usar para o consumo não faz o menor sentido. Ou você quita dívida ou você pega para investir em outro canto”. Para investidores mais atentos, utilizar o valor para investir pode ser uma grande vantagem.

Retirar o recurso do fundo para guardar na poupança também não é a melhor indicação: “Cada trabalhador tem uma conta no fundo de garantia e ele passa a ganhar um pedaço do resultado do fundo. Isso elevou a rentabilidade, precisamente era 3% ao ano para 6%, então, está muito melhor que a poupança. Se for tirar para colocar na poupança, melhor deixar no fundo” esclarece Paulo.

Bancários

Descontentes com a medida Federal, o Sindicato dos Bancários de Pernambuco realiza hoje um ato público para permanência do FGTS na Caixa Econômica Federal. De acordo com o Sindicato, a proposta do ato é esclarecer à população como a retirada do fundo acarreta em prejuízos sociais, uma vez que o dinheiro volta em forma de seguro-desemprego, financiamento habitacional e obras de saneamento básico. O ato acontece às 10h na Agência Caixa, no bairro da Boa Vista.

Veja também

Conselho Monetário Nacional digitaliza e amplia programa de microcrédito
economia

Conselho Monetário Nacional digitaliza e amplia programa de microcrédito

Pesquisadores contestam impacto da reforma tributária sobre o PIB do Brasil
reforma tributária

Pesquisadores contestam impacto da reforma tributária sobre o PIB do Brasil