Economia

IBGE vai passar a monitorar registros de Covid-19

Estudo formará um painel representativo da população brasileira

IBGEIBGE - Foto: Divulgação/IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai iniciar um monitoramento nacional do novo coronavírus, que teve o primeiro paciente registrado no Brasil no dia 26 de fevereiro. Nesta quinta-feira (2) os casos chegam 6.800, com 241 mortes confirmadas em decorrência da doença no país.

Segundo o IBGE, a parceria fechada com o Ministério da Saúde vai implementar uma versão inédita da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PNAD Contínua), com foco no monitoramento da Covid-19.

O estudo formará um “painel longitudinal representativo da população brasileira”, de acordo com o instituto, aplicando o questionário para o mesmo grupo de pessoas, para apresentar os resultados dos casos de síndrome gripal em dados agrupados para Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação.

Leia também:
Reaplicação do Enem este ano deverá incluir quem estiver com Covid-19
Teste rápido do Covid-19 tem chance de acerto de apenas 25% em resultados negativos, diz ministério


Chamada de PNAD-Covid, o levantamento será feito pelo IBGE de forma remota, com pesquisa por meio do telefone com as mesmas pessoas por pelo menos três meses. As estatísticas oficiais obtidas serão divulgadas semanalmente.

O detalhamento da pesquisa e o cronograma ainda não foram finalizados pelo IBGE.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Paulo Guedes cobra dívida do BNDES e critica bônus pago pelo banco a funcionários
Recursos públicos

Paulo Guedes cobra dívida do BNDES e critica bônus pago pelo banco a funcionários

Intenção de consumo das famílias mantém crescimento
Economia

Intenção de consumo das famílias mantém crescimento