A-A+

Igarassu busca diversificação no turismo

Município da Região Metropolitana do Recife planeja complemento ao Sítio Histórico

Espaço do Catamaran Praia, em IgarassuEspaço do Catamaran Praia, em Igarassu - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Com uma das igrejas mais antigas do Brasil, o município de Igarassu aparece na rota do Litoral Norte com um grande potencial turístico histórico. No entanto, além da requalificação dos roteiros tradicionais, a cidade aposta no turismo radical e aventureiro como complemento e nova opção para os visitantes. Sejam investimentos privados ou públicos, a missão é capitanear o turismo na região.

Com o nome de Rota 14, o novo projeto quer unir através de uma lei municipal o Sítio Histórico com o mar e opções de aventura e ecoturismo. "Queremos interligar o Sítio Histórico com mais pontos, para oferecer ao turista também uma opção de mar e aventura", diz a secretária executiva de turismo da Secretaria de Turismo, Patrimônio e Cultura, Ana Alves. Tendo opções desde passeio de catamarã até quadriciclos e vista de mirantes que ficam próximos à orla de Igarassu. Os custos da Rota 14 ainda não foram definidos, mas tudo deve ser definido ainda neste primeiro semestre.

Um dos exemplos de novos empreendimentos no litoral que podem complementar e fazer parte destas novas rotas é o Catamaran Praia Beach Club. Inaugurado em novembro de 2019, o local busca, através do day use, levar o turista para aventuras e turismo ecológico ao preço de R$ 30. Aproveitando a vista do Pontal de Maria Farinha e praias como a de Mangue Seco, a busca é qualificar o turismo local e gerar mais empregos, tudo isto com parcerias. "Igarassu só está conseguindo as coisas por conta de parcerias. O nosso governo só está de passagem, mas o empreendedor fica por aqui", afirma Ana.

Para Mangue Seco (Praia do Capitão), uma requalificação do Polo Gastronômico já foi realizada, ajustando os 24 restaurantes presentes à beira-mar. Além disso, na entrada do traslado de balsa entre Igarassu e Maria Farinha, uma reforma da área e implantação de iluminação foi feita, dando maior suporte ao local. Os esforços nas áreas públicas tiveram um investimento de pouco mais de R$ 1 milhão, englobando também o asfaltamento da estrada.

Leia também:
Litoral Norte: uma rota a ser explorada
Paulista investirá R$ 5 milhões em turismo em 2020
Com praias e ecoturismo, Goiana busca maior investimento 

Sítio Histórico

Tradicional roteiro turístico no Estado, o Sítio Histórico de Igarassu passa por constante manutenção em relação ao apoio ao turista. O Centro do Artesão, localizado na área central da cidade, reúne trabalhos de 30 artesãos locais, que vão de trabalhos com conchas até em madeira.

O Centro de Apoio ao Turista, por exemplo, já conta com dez profissionais que auxiliam os visitantes. Além disso, com a verba do Prodetur, o local recebeu novos banheiros. Quem vem de fora pode utilizar água e Wi-Fi gratuitamente, tudo isso próximo do circuito das igrejas, que engloba a Igreja de Cosme e Damião, uma das mais antigas do Brasil, que é datada de 1536.

Veja também

Embraer inicia testes de 'carro voador' usando helicópteros no RJ
carro voador

Embraer inicia testes de 'carro voador' usando helicópteros no RJ

Usuários apontam que jogos do Nintendo 64 no Switch Online passam por problemas
TECNOLOGIA E GAMES

Usuários apontam que jogos do Nintendo 64 no Switch Online passam por problemas