IGP-10 fecha ano com inflação de 7,92%

Taxa é superior ao observado em 2017, quando o índice encerrou o ano com deflação (queda de preços) de 0,42%, segundo a FGV

Índice de Preços ao Consumidor mede o varejoÍndice de Preços ao Consumidor mede o varejo - Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) fechou o ano com inflação de 7,92% em 12 meses. A taxa é superior ao observado em 2017, quando o índice encerrou o ano com deflação (queda de preços) de 0,42%, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Apesar da inflação acumulada em 12 meses, o IGP-10 teve em 2018 deflação de 1,23% em dezembro. Em novembro, o índice já havia tido queda de preços de 0,16%. Os preços no atacado e no varejo apresentaram queda em dezembro. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, teve deflação de 1,83% em dezembro, depois de queda de preços de 0,37% em novembro.

Leia também:
Mercado reduz estimativa de inflação pela sétima vez seguida
Inflação pelo IGP-10 sobe e acumula 9,44% no ano


O Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, teve deflação de 0,09% em dezembro. Em novembro, o subíndice havia registrado inflação de 0,29%. Por outro lado, o Índice Nacional de Custo da Construção teve inflação de 0,12% em dezembro. Mesmo com o aumento de preços, a taxa foi inferior à registrada em novembro (0,27%).

Veja também

INSS inicia pagamento de segunda parcela do 13º salário a aposentados
Economia

INSS inicia pagamento de segunda parcela do 13º salário a aposentados

Confiança do consumidor atinge maior índice desde novembro de 2020
Economia

Confiança do consumidor atinge maior índice desde novembro de 2020