Incerteza da economia atinge maior nível na prévia de abril

Esse é o maior nível da série histórica; recorde anterior tinha sido registrado em 136,8 pontos, em setembro de 2015

Pandemia causa prejuízos na indústria automobilísticaPandemia causa prejuízos na indústria automobilística - Foto: Oli Scarff/AFP

O Indicador de Incerteza da Economia, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve alta de 44,5 pontos na prévia de abril deste ano e chegou a 211,6 pontos. Esse é o maior nível da série histórica. O recorde anterior tinha sido registrado em 136,8 pontos, em setembro de 2015, de acordo com a FGV.

O componente de mídia, baseado na frequência de notícias com menção à incerteza na imprensa, subiu 35,5 pontos e atingiu o recorde de 196,5 pontos.

Leia também:
Economia mundial terá retração de 3% em 2020 por Covid-19, diz FMI
Não é hora de lobby para elevar impostos, diz chefe da Petrobras

O componente de expectativa, construído a partir das previsões dos analistas econômicos, subiu 62,6 pontos e alcançou 226,1 pontos na prévia, o segundo maior nível da série, ficando abaixo apenas do nível de outubro de 2002 (257,5 pontos).

Veja também

Brasil perde chance de combater sonegação via paraísos fiscais, diz secretária da OCDE
SONEGAÇÃO

Brasil perde chance de combater sonegação via paraísos fiscais, diz secretária da OCDE

Consumidor pode pagar mais R$ 3,6 bi na conta de energia para evitar apagão
CONTA DE LUZ

Consumidor pode pagar mais R$ 3,6 bi na conta de energia para evitar apagão