Inflação medida pelo IGP-DI sobe para 0,50% em setembro

Em agosto, o indicador havia tido uma deflação (queda de preços) de 0,51%

Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna acumula 4,39% no ano e 3% em 12 mesesÍndice Geral de Preços – Disponibilidade Interna acumula 4,39% no ano e 3% em 12 meses - Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O Índice Geral de Preços–Disponibilidade Interna (IGP-DI) registrou inflação de 0,50% em setembro. Em agosto, o indicador havia tido uma deflação (queda de preços) de 0,51%.

Segundo dados divulgados hoje (8), no Rio de Janeiro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-DI acumula 4,39% no ano e 3% em 12 meses.

Leia também:
Mercado financeiro espera que 2019 termine com inflação em 3,42%
Índice de Preços cai em 4 das 7 capitais pesquisadas pela FGV

Apesar da alta em relação a agosto, o índice caiu em relação a setembro do ano passado, quando houve inflação de 1,79% no mês e de 10,33% em 12 meses.

A alta da taxa de agosto para setembro deste ano foi puxada pelos preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, que subiram 0,69% em setembro. Em agosto, os preços haviam caído 0,90%.

O Índice Nacional de Custo da Construção também subiu, mas de forma mais moderada, ao passar de uma taxa de inflação de 0,42% em agosto para uma alta de preços de 0,46% em setembro.

E o Índice de Preços ao Consumidor ficou estável em setembro. Em agosto, houve inflação de 0,17%.

Veja também

Paraísos fiscais estão entre países que mais recebem recursos de brasileiros
Paraísos fiscais

Paraísos fiscais estão entre países que mais recebem recursos de brasileiros

Bolsonaro exonera Novaes do cargo de presidente do BB
banco

Bolsonaro exonera Novaes do cargo de presidente do BB