INSS decide manter agências fechadas para conter o coronavírus

A portaria que determinou a suspensão do atendimento nas agências já previa a possibilidade de prorrogação da quarentena

INSSINSS - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

As agências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em todo o país vão continuar fechadas após esta quinta-feira (30), quando estava prevista a retomada do atendimento presencial.

Os postos do órgão responsável por conceder e pagar aposentadorias, pensões e auxílios-doença fecharam suas portas oficialmente em 23 de março devido à quarentena necessária para frear a propagação do novo coronavírus. Em São Paulo, as unidades estão fechadas desde 19 de março.

A portaria que determinou a suspensão do atendimento nas agências já previa a possibilidade de prorrogação da quarentena.

Leia também:
INSS começa a pagar nesta sexta-feira 13º salário de aposentados e pensionistas
Justiça paga R$ 1 bilhão em atrasados do INSS


A decisão de manter o fechamento das agências foi tomada na tarde desta terça-feira (28) pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e pelo próprio INSS.

O ato confirmando a continuação da quarentena deverá ser publicado nesta quinta no Diário Oficial da União.

Não há, por enquanto, informações sobre a data em que o atendimento em locais físicos será restabelecido.

Um grupo de trabalho, que contará com a participação do Ministério da Saúde, será composto para coordenar o processo de reabertura das agências.

No período em que as unidades estiverem fechadas, os requerimentos de serviços previdenciários e assistenciais continuarão a ser realizados por meio dos canais remotos, que são o aplicativo ou o site Meu INSS e central de atendimento pelo telefone 135.

Para evitar prejuízo financeiro aos beneficiários, aqueles que não forem atendidos devido ao fechamento dos postos terão preservadas as suas datas de requerimento de benefício, permitindo assim que eles recebam todos os valores atrasados.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Guedes quer Trabalho e Previdência de volta após saída de Onyx para eleição
POLÍTICA

Guedes quer Trabalho e Previdência de volta após saída de Onyx para eleição

Saiba mais sobre a alta da taxa Selic
ECONOMIA

Saiba mais sobre a alta da taxa Selic