IPC-S encerra setembro com estabilidade de preços

A queda da taxa foi puxada pelos gastos com alimentação e com habitação

ConsumidoresConsumidores - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou estabilidade de preços em setembro, segundo dados divulgados nesta terça-feira (1º) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Em agosto, o IPC-S havia registrado inflação de 0,17%.

A queda da taxa foi puxada pelos gastos com alimentação e com habitação. Os alimentos, que já tinham registrado deflação (queda de preços) de 0,36% em agosto, tiveram um recuo de preços ainda mais intenso (-0,67%).

Leia também:
Governo cria tabela de preços para compras da Microsoft
Consumidor mostra que agora se preocupa mais com preços
Petrobras aumenta em 2,5% preço da gasolina nas refinarias


Já o grupo de despesas habitação teve uma queda na taxa de inflação, ao passar de 0,81% em agosto para 0,22% em setembro.

Os outros seis grupos de despesas tiveram alta na taxa: vestuário (de -0,29% para 0,01%), saúde e cuidados pessoais (de 0,18% para 0,29%), educação, leitura e recreação (de 0,13% para 0,31%), transportes (de 0,13% para 0,16%), despesas diversas (de -0,05% para 0,04%) e comunicação (de 0,38% para 0,54%).

Veja também

Guedes diz a investidores estrangeiros que não será demitido nos próximos meses

Guedes diz a investidores estrangeiros que não será demitido nos próximos meses

Senado autoriza que BNDES faça empréstimo internacional
Empréstimo

Senado autoriza que BNDES faça empréstimo internacional