Tecnologia

Jovens cada vez mais no mundo corporativo

Pesquisa do Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP) aponta que 59% dos jovens entre 18 e 30 anos desejam entrar o mundo dos negócios. Criada há dois anos, Fteam aposta nos jovens e na tecnologia

Matheus Perez, fundador da FteamMatheus Perez, fundador da Fteam - Foto: Divulgação

Entre os novos empreendedores a idade não está sendo mais algo visto como um requisito com o passar dos anos. Com vontade de fazer aquilo que ama, além de alcançar objetivos financeiros e profissionais, jovens entre 18 e 30 anos tem se tornado comum no mundo corporativo, propondo ideias e serviços inovadores para o mercado. 

Prova disso, é um relatório da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) de 2020, realizado com o Sebrae e o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), que afirma que 59% dos brasileiros desejam ter o próprio negócio. 

Uma das empresas que conta com a presença de muitos jovens, é a Fteam, criada há 2 anos com o objetivo de transformar o mundo dos aplicativos. Formada por jovens empreendedores, a empresa já realizou trabalhos com o iFood e o banco Santander. Além do desenvolvimento de aplicativos, a Fteam realiza também cursos de tecnologia para capacitar empresas, e contam com um canal no YouTube, chamado Flutterando, onde falam sobre ferramentas tecnológicas. 

Fundada por Jacob Moura e Matheus Perez, a Fteam tem como principal objetivo o desenvolvimento de aplicativos que façam o diferencial para as empresas contratantes no mercado.

Nós nos consideramos pioneiros e somos a primeira empresa especializada e voltada para Flutter. O que desenvolvemos pode ajudar as empresas a aprimorarem a atuação, tirar ideia do papel, com a melhor ideologia no desenvolvimento de aplicativos”, disse Matheus Perez, um dos fundadores da Fteam. 

A linguagem de programação utilizada pela Fteam, de base Flutter, foi criada pela Google e funciona em celulares dos sistemas iOS e Android. Os aplicativos desenvolvidos com essa tecnologia permitem uma redução de custos, tempo de desenvolvimento e maximizam os resultados.

A Fteam, também é uma empresa qualificada pela Google for Startups, uma iniciativa do Google que auxilia startups que estão iniciando a atuação no mercado. 

Expectativa de crescimento

Com desenvolvedores de todos os níveis, de Júnior a Sênior, e designers UI/UX, a Fteam tem uma equipe preparada para transformar a ideia das empresas em um projeto de sucesso. Quando foi fundada, a empresa contava apenas com 10 desenvolvedores. Já no ano passado eram 30 pessoas e a expectativa é de que em 2022 tenhamos 60 desenvolvedores no time da empresa. 

“Somos referência nessa linguagem do Flutter, conseguimos agregar valor, temos know hall, uma comunidade forte sobre a plataforma usada, além de uma parceria com a Google. Esse ano nosso plano é desenvolver novos produtos, na área de atendimento e em Flutter. Vamos começar a captar clientes e levar a empresa para Portugal. Queremos expandir mais o que temos e triplicar o faturamento”, declarou Matheus Perez. 

Trabalho 100% remoto

Um dos diferenciais da empresa criada pelos sócios Matheus e Jacob, está no modo de trabalho, sendo totalmente home office. “Antes da pandemia já tínhamos esse modelo home office, chegamos ao mercado com uma metodologia própria. Todo processo de controle, gestão e foi aprimorando ao longo dos anos, desde meados de 2019. Como a empresa nasceu assim, nosso conceito é que as pessoas trabalhem 4 horas por projeto, podendo chegar às 8h diárias, dependendo da complexidade”, afirmou Perez. 

Veja também

Ministro: privatização pode aumentar recursos para infraestrutura
Privatizações

Ministro: privatização pode aumentar recursos para infraestrutura

Ministério da Economia eleva projeção de inflação para 7,9% em 2022
Brasil

Ministério da Economia eleva projeção de inflação para 7,9% em 2022