Juros do cheque especial e do empréstimo pessoal caem em maio

No cheque especial, a taxa média praticada pelos bancos pesquisados foi de 13,48% ao mês (a.m.), inferior ao mês anterior, quando atingiu 13,53% a.m,

Taxa de jurosTaxa de juros - Foto: Arte/FolhaPE

A taxa de juros do cheque especial caiu na primeira semana de maio em quatro das seis instituições financeiras pesquisadas pela Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP). Segundo a pesquisa, duas instituições também reduziram os juros do empréstimo pessoal. Fazem parte da pesquisa do Procon-SP os bancos Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Safra e Santander.

No cheque especial, a taxa média praticada pelos bancos pesquisados foi de 13,48% ao mês (a.m.), inferior ao mês anterior, quando atingiu 13,53% a.m., representando uma queda de 0,05 ponto percentual. A maior queda foi promovida pelo Itaú, que alterou a taxa de 13,23% a.m para 13,15% a.m., variação negativa de 0,6% em relação a taxa de abril.

O Bradesco também reduziu os juros do cheque especial, de 13,49% a.m. para 13,41% a.m. (queda de 0,59%); o Santander, de 15,43% a.m. para 15,35% a.m., variação negativa de 0,52%; e o Banco do Brasil baixou a taxa de 12,89% a.m. para 12,84% a.m., variação negativa de 0,39%.

A Caixa e o Safra mantiveram inalteradas suas taxas de juros do cheque especial, em 13,55% a.am. e 12,6 a.m., respectivamente.

Empréstimo

Já no empréstimo pessoal, a taxa média de juros dos bancos pesquisados foi de 6,37% a.m., 0,03 ponto percentual menor em relação à do mês anterior, que foi de 6,40% a.m. O Santander reduziu a taxa de 7,99% a.m. para 7,89% a.m (variação negativa de 1,25% em relação ao mês anterior) e o Bradesco, de 6,54% a.m. para 6,46% a.m. (queda de 1,22%). Os demais bancos pesquisados mantiveram suas taxas.

Cautela

Especialistas do Procon-SP alertam que, apesar do cenário de queda nas taxas de juros, o consumidor deve evitar essas linhas de crédito, que estão entre as mais caras do mercado. No entanto, se realmente for necessário recorrer ao cheque especial ou ao empréstimo pessoal, é imprescindível que o consumidor verifique cuidadosamente, antes de contratar, as taxas, os juros, encargos e todas as condições previstas em contrato e compará-las com outras modalidades de crédito com juros menores, como por exemplo, as do empréstimo consignado.

Veja também

Carrefour encerra negociações de fusão com canadense, diz agência
Negócios

Carrefour encerra negociações de fusão com canadense, diz agência

Dólar sobe para R$ 5,30, mas acumula queda na semana
Cotação

Dólar sobe para R$ 5,30, mas acumula queda na semana