Justiça determina saída dos caminhoneiros que impedem passagem em Suape

Decisão intima o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autonômos de bens de Ipojuca e Grande Recife (Sintracape) a cumpri-la no prazo de duas horas

Porto de SuapePorto de Suape - Foto: Divulgação

Liminar deferida pela juíza Nahiane Ramalho de Medeiros, da Vara da Fazendo Pública da Comarca de Ipojuca, em Pernambuco, determina que os caminhoneiros que estão impedindo a passagem de veículos no Complexo Industrial Portuário de Suape, no Cabo de Santo Agostinho, liberem o local. A decisão, dada na tarde desta quinta (24) após ação impetrada por Suape, intima o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autonômos de Bens de Ipojuca e Grande Recife (Sintracape) a cumpri-la no prazo de duas horas sob pena de multa de R$ 100 mil.

De acordo com o documento, Suape está impedida de exercer suas atividades e utilizar as vias públicas. "O protesto tem comprometido a segurança dos cidadãos em geral, com inúmeros prejuízos à requerente, mas também ao próprio país, a exemplo de limitação da circulação de pessoas e bens, de desabastecimento de combustível e bens de consumo, de caos no trânsito e na aviação", pontua a liminar.

Ainda segundo a decisão, está autorizado o uso de força policial e a remoção de veículos, caminhões, carros de som, objetos e pessoas que estejam impedindo o cumprimento da liminar.

Leia também:
Porto de Suape tem produtos encalhados e operações lesadas
Caminhoneiros fecham mais de 15 trechos de BRs em Pernambuco
Não houve consenso em reunião de governo com caminhoneiros


De acordo com a assessoria de comunicação de Suape, o Sintracape ainda não foi notificado. Até o momento, a reportagem não conseguiu entrar em contato com o sindicato.

Veja também

Aumenta número dos que buscam informação sobre Covid nas redes sociais
Coronavírus

Aumenta número dos que buscam informação sobre Covid nas redes sociais

Google garante que Android 12 será o 'sistema operacional mais pessoal de todos'
Tecnologia e Games

Google garante que Android 12 será o 'sistema operacional mais pessoal de todos'