Justiça suspende reabertura de atividades de serviço em Ribeirão Preto

A prefeitura informou que seguirá integralmente as medidas tomadas pelo governo paulista

ComércioComércio - Foto: Tânia Rêgo/Ag. Brasil

A Justiça suspendeu na noite desta terça-feira (28) a reabertura de atividades ligadas a serviços que tinham voltado a funcionar durante a manhã após a Prefeitura de Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo) flexibilizar a quarentena.

A decisão foi tomada após ação civil movida pelo Ministério Público Estadual, que pediu a suspensão de dois decretos, um deles sobre o setor de serviços e outro que envolvia o comércio e shopping centers (que abririam em 11 e 25 de maio, respectivamente).

Leia também:
Com 474 novas mortes por coronavírus em 24h, Brasil bate recorde e ultrapassa China
Lamento que país tenha que combater dois vírus', diz Doria em referência a Bolsonaro


Com a decisão, salões de beleza, escritórios (advocacia e contabilidade) e clínicas odontológicas, entre outras atividades, não poderão funcionar enquanto durar a decretação de quarentena no estado. A prefeitura informou que seguirá integralmente as medidas tomadas pelo governo paulista.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Vendas do Tesouro Direto têm segundo melhor nível para meses de junho
Economia

Vendas do Tesouro Direto têm segundo melhor nível para meses de junho

Chevrolet Tracker não será produzido por mais 30 dias
FMotors

Chevrolet Tracker não será produzido por mais 30 dias