Leaf, carro elétrico da Nissan, chega ao Brasil

No evento Nissan Futures, em São Paulo, a montadora anunciou a chegada, ainda este ano, do veículo

Nissan LeafNissan Leaf - Foto: Divulgação

A Nissan reuniu 100 jornalistas de vários países da América Latina, na manhã desta sexta (9), em São Paulo, no evento Nissan Futures, onde apresentou o Nissan Intelligent Mobility - sua visão de futuro para o automobilismo. Na ocasião, a montadora anunciou a chegada, ainda este ano, do modelo elétrico Leaf, veículo ícone desse conceito, a oito países: Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Porto Rico e Uruguai.

"Como líderes globais na eletrificação de veículos e no desenvolvimento da condução autônoma, estamos convencidos de trazer essas inovações ao mundo todo. A introdução do Leaf na América Latina é um sinal claro da nossa visão corporativa para continuar melhorando a qualidade de vida das pessoas com os veículos ", disse José Luis Valls, chairman da Nissan América Latina.

O Leaf é 100% elétrico (zero emissão) e pode ser carregado de duas formas: através da frenagem (auto carregamento) e em pontos de recarga. Sua nova geração foi anunciada em setembro de 2017 no Japão e estará disponível em mais de 60 mercados no mundo. Mundialmente, a Nissan já vendeu mais de 300 mil unidades do Leaf desde seu lançamento em 2010.

O Nissan Leaf também traz certa autonomia para as estradas. O veículo é capaz de assumir algumas tarefas de direção, reduzindo o estresse do motorista no trânsito. Isso é possível graças a um recurso chamado ProPilot, que permite o carro acompanhar automaticamente o ritmo do fluxo do tráfego.

O Nissan Intelligent Mobility trará muitos avanços no futuro ao automóvel. E não deve demorar. Já está em uso, por exemplo, sensores que fazem o carro observar o que está acontecendo ao seu redor e possa entrar em ação para proteger o motorista dos problemas. Num futuro próximo, a Nissan pretende que seus carros possam aprender uns com outros e que veículos elétricos recarreguem enquanto andam, sem fio.

A intenção é que o carro seja capaz de remover o estresse do motorista ao dirigir e deixar somente a alegria. O automóvel vai pegar o motorista, enfrentar o trânsito pesado, encontrar a vaga do estacionamento, estacionar, tudo por ele mesmo. E, ao apertar um botão, o motorista recebe de volta o controle do volante, podendo até se comunicar com outros carros e pedestres.

A Nissan vem fazendo testes com direção autônoma avançada nas estradas públicas e garante que, em breve, essa experiência estará ao alcance dos motoristas. A despeito de pesquisa apontar que o consumo médio diário em grandes centros urbanos seja de 40 km e a autonomia do Leaf seja de 400 km, a montadora negocia com governos e companhias elétricas a instalação de pontos de recarga em órgãos públicos. "São pontos que servem a qualquer veículo elétrico", explica o presidente da Nissan no Brasil, Marco Silva.

Outro carro:
Durante o evento, a Nissan também demonstrou o uso da tecnologia "olho de pássaro.360 graus" em outro carro, Kicks. Confira no vídeo abaixo:


Veja também

Petrobras reduz preços de gasolina e diesel a partir desta terça (27)
petrobras

Petrobras reduz preços de gasolina e diesel a partir desta terça (27)

Dólar fecha em leve queda após recuperação do crédito em setembro
BOLSA DE VALORES

Dólar fecha em leve queda após recuperação do crédito em setembro