A-A+

Nossa Senhora dos Remédios

Licitação concederá exploração comercial de forte em Fernando de Noronha

O aviso foi publicado pela Administração de Fernando de Noronha no Diário Oficial do Estado

Forte de Nossa Senhora dos RemédiosForte de Nossa Senhora dos Remédios - Foto: Álvaro Avelar

A Administração de Fernando de Noronha abriu um processo licitatório para o uso comercial uso da Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédio. O aviso de licitação para a concessão foi publicado no Diário Oficial do Estado. A ideia é transferir a gestão e manutenção do equipamento para a iniciativa privada por dez anos, tornando o espaço um polo de diversos serviços como lojas, cafés, livrarias, espços de eventos e demais atividades com potencial turístico. 

A Sessão inaugural da licitação está marcada para o dia 13 de outubro, às 10h, com oferta mínima a partir de R$ 148 mil reais mensais. Vence a empresa que apresentar o maior valor mensal. O edital da licitação está disponível na página eletrônica: www.licitacoes.pe.gov.br. Outras informações podem ser obtidas através do número: (81) 3182-9644. 

A exploração da estrutura  com cerca de 4 mil metros quadrados deverá sseguir critérios pré-determinados pelo Iphan e Administração Distrital, por se tratar de um imóvel tombado, incluindo instalação de ar-condicionados, iluminação, rede de internet, telefonia, design das lojas, etc. A empresa interessada tambpem precisará montar uma programação anual que vise a difusão dos projetos, promovendo visitação e educação cultural permanente para ser aliada ao caráter histórico do Forte. O prazo de execução e início das operações começa a partir de 120 dias consecutivos após a assinatura do contrato, tempo necessário para a preparação e o funcionamento das atividades comerciais no Forte dos Remédios. 

“A utilização comercial do Forte dos Remédios vai possibilitar uma maior interação dos turistas e da comunidade com um local tão importante e necessário para Fernando de Noronha, oferecendo melhores condições de visitação aos frequentadores. O Forte tem um enorme potencial turístico e econômico para a ilha. Então, nada mais natural que esse uso comercial aconteça, mas com todos os cuidados que a edificação precisa ter, justamente por ser um local secular e protegido. Noronha vai poder agora contar com mais esse atrativo cultural. A medida vai permitir ainda que a Administração utilize os recursos para o desenvolvimento da infraestrutura da ilha”, disse Guilherme Rocha, administrador do arquipélago. 

História
Local importante para a história noronhense, a Fortaleza de Nossa Senhora dos Remédios é frequentada diariamente por pessoas que buscam o lugar para a contemplação privilegiada da natureza. Localizada na Vila dos Remédios e datada do século 18, foi tombada pelo  Instituto do Patrimônio Histórico (Iphan)  em 1961 e faz parte do Conjunto Histórico Tombado do arquipélago, protegido desde 2017. Desde a sua construção, em 1737, o Forte dos Remédios sofreu várias intervenções e ampliações.  Recentemente o Iphan fez uma obra de requalificação no local, com a recuperação dos espaços originais, a reconstrução da capela e a implantação de banheiros, que não existiam, entre outras melhorias.

 

Veja também

Brasil: 56,4% das dívidas dos inadimplentes são pagas em até 60 dias
Contas

Brasil: 56,4% das dívidas dos inadimplentes são pagas em até 60 dias

Vale perde posto de empresa mais valiosa da América Latina para Mercado Livre
Mercado

Vale perde posto de empresa mais valiosa da América Latina para Mercado Livre