Brasil

Líder do governo na Câmara diz que troca de presidente da Petrobras é rotina

José Guimarães minimizou a demissão de Jean Paul Prates

José Guimarães, líder do  governo na Câmara dos DeputadosJosé Guimarães, líder do governo na Câmara dos Deputados - Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), minimizou a demissão do presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, feita pelo presidente Lula nesta terça-feira. Guimarães disse que trocas no comando da empresa são rotina e eram feitas com frequência no governo Jair Bolsonaro.

– O presidente deles (Jair Bolsonaro) demitiu o presidente da Petrobras três vezes num ano. Qual era o problema disso? Gasolina a R$ 10 e por aí vai. Essa foi a herança de vossas excelências quando governaram a Petrobras, porque não tinha nem presidente que durasse um ano. Portanto, isso faz parte da rotina. O presidente é que tem o poder de demitir ou nomear —argumentou o líder.

A colunista do Globo Malu Gastar antecipou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva comunicou ao presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, que ele está fora da empresa.

 

Prates se despediu nesta tarde de seus diretores e comunicou à equipe que Magda Chambriard será a nova presidente da Petrobras. Ela foi diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP) no governo Dilma Rousseff.

Veja também

LCDs podem deixar bancos estaduais menos dependentes dos tesouros
Letra de Crédito do Desenvolvimento

LCDs podem deixar bancos estaduais menos dependentes dos tesouros

Na presidência do G20, Brasil quer menos burocracia nos fundos verdes

Na presidência do G20, Brasil quer menos burocracia nos fundos verdes

Newsletter