Lotofácil: 25 apostas acertam; uma é de Pernambuco

Um total de 25 apostas acertou todas as dezenas da Lotofácil sorteadas nesta quarta. Três delas foram feitas no Nordeste, sendo uma em Pernambuco

O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 22, é de R$ 2 milhõesO prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 22, é de R$ 2 milhões - Foto: Benira Maia/FolhaPE

O concurso 1.660 da Lotofácil, realizado nesta quarta-feira (9), teve 25 apostas ganhadoras. Cada uma delas vai render a premiação de R$ 65.834,33. Os números sorteados na cidade de Maravilha (SC) foram os seguintes: 01, 02, 03, 07, 08, 10, 11, 13, 14, 17, 18, 20, 21, 24 e 25. Entre as apostas ganhadoras, há três do Nordeste - uma em Pernambuco, uma na Bahia e a outra no Ceará.

O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 11, é de R 1,7 milhão. Confira o rateio oficial:

15 acertos - 25 apostas ganhadoras, R$ 65.834,33
14 acertos - 1775 apostas ganhadoras, R$ 407,57
13 acertos - 31898 apostas ganhadoras, R$ 20,00
12 acertos - 277901 apostas ganhadoras, R$ 8,00
11 acertos - 1250255 apostas ganhadoras, R$ 4,00

Leia também:
Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 30 milhões na quinta-feira


Quina
Nenhum apostador acertou as cinco dezenas do concurso 4.674 da Quina. Os números sorteados nesta quarta-feira (9), em São Paulo, foram os seguintes: 06, 12, 36, 38 e 67. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 10, é de R$ 2,2 milhões. Confira o rateio oficial:

Quina - 5 números acertados - Não houve acertador
Quadra - 4 números acertados - 121 apostas ganhadoras, R$ 3.434,46
Terno - 3 números acertados - 6829 apostas ganhadoras, R$ 91,50
Duque - 2 números acertados - 151533 apostas ganhadoras, R$ 2,26

Federal
Confira os bilhetes sorteados nesta quarta-feira (9) e o rateio do concurso 05282 da Federal:
1º bilhete - 02335 - 350.000,00
2º bilhete - 60319 - 18.000,00
3º bilhete - 09150 - 15.000,00
4º bilhete - 14584 - 12.000,00
5º bilhete - 08883 - 10.023,00

Veja também

Idosos vacinados planejam retomar hábitos de consumo
Consumo

Idosos vacinados planejam retomar hábitos de consumo

Burocracia freia os negócios
Burocracia

Burocracia freia os negócios