BRASIL

Lula reitera que responsabilidade sobre alternativa à desoneração é de empresários e senadores

Segundo Lula, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), mostrou preocupação sobre o tema

Presidente Luiz Inácio Lula da SilvaPresidente Luiz Inácio Lula da Silva - Foto: Ricardo Stuckert/PR

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, reiterou nesta terça-feira (18), que a obrigação de apresentar uma alternativa para a compensação à desoneração da folha de pagamento não é mais do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, mas de empresários e senadores.

Segundo Lula, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), mostrou preocupação sobre o tema.

"Quem é que se revoltou contra a compensação do Haddad? Os que foram desonerados. Então, na segunda-feira [da semana passada], eu chamei o Haddad e falei: 'a melhor coisa que temos que fazer é retirar essa medida provisória'", contou Lula nesta terça-feira, durante entrevista concedida à Rádio CBN.
 



"E a gente então estabeleceu o seguinte: 'a obrigatoriedade de apresentar uma saída não é sua, Haddad, a obrigatoriedade de apresentar saída é dos empresários que foram beneficiados e do Senado'."

Lula pediu para o ministro ficar despreocupado e deixar que as conversas sejam costuradas. "A nossa preocupação é saber que, se não tiver proposta, cai a desoneração."

Na fala, o presidente da República disse esperar que empresários e senadores sejam "maduros o suficiente" para preparar o acordo. "Quero que eles encontrem um acerto", comentou.
 

Veja também

Mega-Sena 2.748: prêmio acumula pela terceira vez e chega a R$ 21 milhões
loteria

Mega-Sena 2.748: prêmio acumula pela terceira vez e chega a R$ 21 milhões

Lei que padroniza índices de correção e juros ainda gera dúvidas a especialistas
padrão

Lei que padroniza índices de correção e juros ainda gera dúvidas a especialistas

Newsletter