Economia

Mais de 1.000 agências da Caixa passam a abrir mais cedo, às 8h

De acordo com a Caixa, as unidades terão fluxo de clientes controlado e nas salas de autoatendimento será permitida a entrada de um ou dois clientes por máquina de acordo com o espaço físico disponível

Caixa Econômica FederalCaixa Econômica Federal - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

A partir desta quarta (22), mais de 1.100 agências da Caixa abrem mais cedo para atendimento de serviços essenciais. Por enquanto, eles não incluem o saque do auxílio emergencial. Por enquanto, o depósito do valor é feito diretamente na conta indicada pelo trabalhador e a movimentação também é virtual.

As unidades selecionadas vão abrir mais cedo de 8h às 14h apenas para:
- Saque do benefício do INSS sem cartão
- Saque de seguro desemprego/defeso sem cartão e senha
- Saque Bolsa Família e outros benefícios sociais sem cartão e senha
- Pagamento de Abono Salarial e FGTS sem cartão e senha
- Saque de conta salário sem cartão e senha
- Desbloqueio de cartão e senha de contas A relação dessas agências está disponível pelo link: http://www.caixa.gov.br/caixacomvoce/Paginas/default.aspx#agencias-feriado

Para o Rio de Janeiro, o novo horário de atendimento ao público para as agências selecionadas será de 8h às 12h, a partir desta quinta (23), devido ao feriado estadual.

Leia também:
Caixa paga auxílio emergencial a 5 milhões de beneficiários
Caixa antecipa cronograma do auxílio emergencial de R$ 600; confira datas

De acordo com a Caixa, as unidades terão fluxo de clientes controlado e nas salas de autoatendimento será permitida a entrada de um ou dois clientes por máquina de acordo com o espaço físico disponível. As medidas têm o objetivo de manter o distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

Haverá também sinalização/delimitação dos pisos externos das agências com ocorrência de formação de filas para manutenção do afastamento social. O banco afirma que reforçou o protocolo de higienização das unidades priorizando a limpeza das superfícies de contato humano, portas de entrada, maçanetas e vidros do entorno, teclados dos autoatendimento, balcões de caixa e torneiras e aparelhos sanitários com periodicidade mínima de seis vezes ao dia.

Informações e pagamento do auxílio emergencial Apesar do apelo da Caixa para que os beneficiários do auxílio emergencial usem somente os canais digitais e os telefones exclusivos para se informar, as agências da Caixa têm recebido trabalhadores em busca de informações sobre seu auxílio emergencial, que pode chegar a R$ 1.800, por família.

A Caixa esclarece que os beneficiários do auxílio emergencial que receberam o crédito em poupança da Caixa, podem movimentar o valor digitalmente pelo aplicativo Caixa, pelo Internet Banking ou mesmo utilizando o cartão de débito em suas compras.

Quem recebeu o crédito por meio da Poupança Digital Caixa podem pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras, bem como fazer transferências para outros bancos por meio do aplicativo Caixa Tem.

Ainda não é possível sacar os R$ 600 na boca do caixa. Por enquanto, o depósito do valor será feito diretamente na conta indicada pelo trabalhador. Não adianta ir a uma agência da Caixa, é preciso aguardar.

Veja também

Juíza nega parcialmente pedido de Musk contra Twitter em mais um capítulo da disputa judicial
Decisão judicial

Juíza nega parcialmente pedido de Musk contra Twitter em mais um capítulo da disputa judicial

Empresas de telecom investiram R$ 8,3 bilhões no 1º trimestre
Telecomunicação

Empresas de telecom investiram R$ 8,3 bilhões no 1º trimestre