Mais de 820 mil renegociaram R$ 4,5 bilhões em mutirão de bancos

Desconto ficou em 65% e prazo para pagamento da dívida em 58 parcelas

Mutirão para renegociação de dívidasMutirão para renegociação de dívidas - Foto: Gustavo Glória/Folha de Pernambuco

Mais de 820 mil pessoas participaram da Semana Nacional de Negociação e Orientação Financeira, informou hoje (23) o Banco Central (BC) e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). O volume renegociado foi de R$ 4,5 bilhões, volume foi 62% maior do que o registrado em uma semana padrão. Durante a semana, o desconto médio ficou em 65% e o prazo para pagamento da dívida em 58 parcelas.

Realizado entre os dias 2 e 6 de dezembro, foi o primeiro dos mutirões previstos no acordo entre o BC e a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), assinado em novembro. O BC e a Febraban ainda estão definindo a data da próxima Semana de Renegociação e Orientação Financeira.

Para o BC e a Febraban, o foco em educação financeira foi um diferencial da iniciativa. “Foram produzidos um vídeo e um folder especialmente para a Semana, com dicas para organizar e equilibrar o orçamento doméstico em uma linguagem simples e direta.

Leia também:
Bancos renegociam dívidas em atraso até esta sexta-feira
Contra aumento de carga horária, bancos têm abertura retardada no Recife
Mais prazo para negociar suas dívidas

Mais de 560 mil pessoas tiveram acesso ao vídeo nas agências bancárias das instituições participantes. Além disso, o vídeo foi visto mais de 173 milhões de vezes na internet. Os participantes também contaram com links para mais materiais e cursos sobre o tema”, informou o BC, em nota.

Nove bancos participaram no mutirão: Banco BV (ex-Votorantim), Banco do Brasil, Banco Pan, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú Unibanco, Safra e Santander.

Durante o mutirão, 329 agências bancárias nas capitais de todas as unidades federativas funcionaram até as 20h oferecendo aos clientes a possibilidade de negociar dívidas em atraso. A renegociação também poderia ser feita nas demais agências do país durante o horário normal de funcionamento, nos canais digitais dos bancos e pela plataforma.

“A ação foi um sucesso. O volume de pessoas que foram até os bancos interessadas em negociar suas dívidas foi 59% maior do que a média para o período”, diz Fabio Moraes, diretor de Educação Profissional e Financeira da Febraban,em nota.

Algumas instituições anunciaram o prolongamento das condições de renegociação. Banco BV, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander estenderam a realização do mutirão até o final de dezembro.

De acordo com a Febraban, nesta segunda fase, toda a rede bancária das instituições foi envolvida, praticamente em todos os canais e no horário normal de atendimento – com exceção do Banco BV, que participa da ação somente pelos canais digitais.

As condições são as mesmas daquelas oferecidas durante a Semana de Negociação e Orientação Financeira. A Febraban diz que os clientes podem se informar pelos canais oficiais das instituições financeiras e nas agências bancárias.

Veja também

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela CEF
Seguro

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela CEF

É cedo para dizer se haverá depreciação de carros da Ford após fechamento de fábricas
Ford

É cedo para dizer se haverá depreciação de carros da Ford após fechamento de fábricas