Mastercana Nordeste 2019 premia empreendedores do setor sucroenergético

Tradicional premiação do setor sucroalcooleiro reconheceu o presidente do grupo EQM, Eduardo Queiroz Monteiro como o Empresário do Ano

MastercanaMastercana - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Empresários e executivos do agronegócio sucroenergético reuniram-se nesta quinta-feira (21), no Spettus, na Zona Sul do Recife, para a entrega do prêmio Mastercana Nordeste 2019, um reconhecimento às lideranças e organizações que se destacaram na safra 2018/2019 na região.

O presidente do grupo EQM, Eduardo Queiroz Monteiro, foi escolhido pelo setor como Empresário do Ano, por sua capacidade de investir e contribuir para a inovação nas usinas Utinga, em Alagoas, e Cucaú, em Pernambuco, mesmo num período de crise. “Sinto-me honrado e divido esse prêmio com os companheiros de luta”, declarou.

Realizado há 30 anos com edições Brasil e Centro Sul e em sua 13ª edição no Nordeste, pelo jornalista Josias Messias, presidente do Jornal Cana, o Mastercana agrega os principais agentes da cadeia da cana de açúcar, promovendo interação e incentivando o setor.

“É um evento da maior relevância e que cria um ambiente de estímulo. É um reencontro de todos nós da atividade agrícola, do setor industrial, mecanização, áreas de excelência de gestão e nos atualizamos neste encontro. A grande homenagem é para Josias Messias que com seu entusiasmo, sua bandeira, está criando um ambiente de motivação no setor”, ressaltou Eduardo Monteiro.

Leia também:
Grupo EQM é condecorado no Prêmio MasterCana Nordeste
MasterCana vai premiar setor sucroalcooleiro

Interrompido no ano passado pela grave crise econômica, o Mastercana Nordeste, segundo Josias Messias, voltou com a soma de esforços das usinas, das entidades representativas e dos fornecedores de cana, destacando os agraciados em três grandes categorias: Destaques, Usina/Destilaria do Ano e Fornecedor do Ano.

Homenageada em Diversificação de Negócios, a Cooperativa Pindorama, uma das mais antigas do Brasil, fundada em Alagoas, em 1956, detém 1.050 cooperados e mais de 2.000 funcionários, produzindo mais de 60 itens como álcool, laticínios, sucos e leveduras para ração animal. "Este é um importante encontro do setor que reúne lideranças para a troca de informações e experiências em tecnologias", declarou o presidente da Pindorama, Klécio dos Santos.

Para o presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (Sindaçúcar), Renato Cunha, o Mastercana representa a inovação, o compromisso do setor com a produção sustentável e, sobretudo, a manutenção das atividades e do desenvolvimento regional do Nordeste. "Diversas usinas que conseguiram se destacar ao longo do ano, notadamente nos índices de produtividade, competitividade, são agraciadas, e isso estimula a produção da agroenergia da região. Além de fomentar as políticas de desenvolvimento regional para que o setor não fique concentrado no centro-sul do País", afirmou.

Segundo o presidente, o Nordeste ainda vive uma grande busca para ter condições de competir com outras regiões produtoras de cana e dos seus derivados. "Temos um mercado de mais de 58 milhões de pessoas e, consequentemente, temos responsabilidade no atendimento desta demanda", completou, lembrando o etanol como substituto dos combustíveis fósseis. "Ele está na sua era, a era da sustentabilidade, de promover melhorias ambientais fazendo com que o desenvolvimento seja distribuído na cadeia produtiva, engajada nas técnicas que o Jornal Cana afere e reconhece anualmente", concluiu.

Veja também

Bolsa sobe com recuperação chinesa, atividade econômica brasileira e aprovação de vacinas
Mercado Financeiro

Bolsa sobe com recuperação chinesa, atividade econômica brasileira e aprovação de vacinas

Burger King convida 'Paulos Guedes' para nova campanha publicitária
Fast Food

Burger King convida 'Paulos Guedes' para nova campanha