Meirelles diz que secretário do Tesouro dos EUA virá ao Brasil em março

Mnuchin prometeu olhar a situação do ingresso do Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico)

O partido de Meirelles quer reduzir em 35% o tempo de propaganda na TV e no rádio de Alckmin (PSDB)O partido de Meirelles quer reduzir em 35% o tempo de propaganda na TV e no rádio de Alckmin (PSDB) - Foto: Reprodução/ Facebook

Maria Cristina Frias e Luciana Coelho, enviadas especiais da Folhapress

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, pretende ir ao Brasil no mês de março, afirmou o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. Meirelles manteve um encontro, nesta quinta-feira (25), com Mnuchin, às margens do encontro anual do Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Os dois conversaram por cerca de 15 minutos. Segundo o brasileiro, a conversa foi "muito positiva". Mnuchin disse querer visitar o país e prometeu olhar a situação do ingresso do Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Leia também:
Bolsa brasileira intensifica alta após maioria confirmar condenação de Lula
Incerteza com eleições deve impactar crescimento do Brasil, diz FMI
Em Davos, Temer vende reformas e promete estabilidade após eleição


Os Estados Unidos têm sido um entrave à solicitação do Brasil de integrar o clube dos países ricos. Meirelles afirmou que os dois não conversaram sobre bitributação -questão no topo da pauta de empresários que atuam nos dois países. O assunto, afirmou, pode ficar para a visita em março.

"Ele está decidindo se vai antes ou depois do encontro do G-20, em Buenos Aires [nos dias 19 e 20 de março]."

Veja também

Lucro do Bradesco tem terceira queda consecutiva e vai a R$ 5 bilhões
economia

Lucro do Bradesco tem terceira queda consecutiva e vai a R$ 5 bilhões

Ninguém acerta as seis dezenas, e Mega-Sena vai a R$ 52 milhões
Loterias

Ninguém acerta as seis dezenas, e Mega-Sena vai a R$ 52 milhões