Economia

Mercado reduz estimativa do PIB de 2018 de 2,7% para 2,66%, diz Banco Central

Há quatro semanas, a expectativa estava mantida em um crescimento de 2,7% para 2018

Banco Central do BrasilBanco Central do Brasil - Foto: Agência Brasil

O mercado financeiro reduziu a estimativa de crescimento do Brasil em 2018 para 2,66%. Até a semana passada, a projeção do crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) para este ano era de 2,7%. A projeção consta do boletim Focus, publicação divulgada nesta segunda-feira (22) no site do Banco Central com projeções para os principais indicadores econômicos. As informações são da Agência Brasil.

Há quatro semanas, a expectativa estava mantida em um crescimento de 2,7% para 2018. A projeção do mercado está abaixo do crescimento estimado pelo governo, de 3% para este ano. Já a projeção para a inflação, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), foi mantida em 3,95% para este ano, a mesma estimada na semana passada.

Leia também:
BC mantém estimativa de US$ 80 bilhões de investimentos diretos no país
Banco Central prevê inflação abaixo da meta no ano


Para a taxa básica de juros da economia, a Selic, a estimativa é 6,75% ao ano, projeção mantida há quatro semanas. No ano passado, a Selic atingiu a mínima histórica, de 7% e houve sinalização de redução para este ano. A reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), que define a taxa, será na semana que vem, nos dias 6 e 7 de fevereiro.

O Boletim Focus traz também estimativas para 2019. Nesta edição, a estimativa de crescimento aumentou de 2,99% para 3%, em relação à última semana. O IPCA foi mantido em 4,25%.

Veja também

Presidente descarta taxar compra por meio de aplicativos estrangeiros
Taxas de importação

Presidente descarta taxar compra por meio de aplicativos estrangeiros

Especialista dá dicas para escolher um celular 5G
Tecnologia e Games

Especialista dá dicas para escolher um celular 5G