Tributos

Milionários pedem que governos tributem ricos para pagar conta do coronavírus

Em números brutos, o Brasil é 18º país com o maior contigente de milionários, parte em razão do seu tamanho

DólaresDólares - Foto: Fabiano Antunes/Rota 1976

Um grupo com cerca de 80 milionários dos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Nova Zelândia, Canadá e Holanda assinaram uma carta que pedindo aos governos que os tributem mais para pagar pela crise do coronavírus.

A coalizão, que reúne herdeiros como Abigail e Tim Disney e o co-fundador da marca de sorvetes Ben and Jerry's, Jerry Greenfield, foi organizada pelo projeto "Millionaires for Humanity", que conta com o apoio da Oxfam e a organização Patriotic Millionaires and Tax Justice UK. O grupo alertou que a crise pode "durar décadas" e "levar meio bilhão de pessoas à pobreza".



"Hoje, nós, milionários que assinamos esta carta, pedimos aos nossos governos que aumentem impostos sobre pessoas como nós. Imediatamente. Substancialmente. Permanentemente", dizem.

Segundo a Forbes, a carta foi apresentada por parlamentares da oposição no Reino Unido exigindo um imposto sobre o patrimônio para financiar os esforços para aliviar o impacto econômico causado pela Covid-19.

Na carta, o grupo afirma que podem garantir o financiamento adequado para o sistema de de saúde, educação e segurança por meio de um aumento permanente de impostos sobre os mais ricos do mundo.

O texto ainda acrescenta que o grupo tem uma "dívida enorme" com os trabalhadores da linha de frente. "Ao contrário de dezenas de milhões de pessoas em todo o mundo, não precisamos nos preocupar em perder nossos empregos, casas ou nossa capacidade de sustentar nossas famílias. Então por favor. Taxe-nos. É a escolha certa. É a única escolha", afirmam.

No Brasil, segundo o relatório World Wealth Report de 2020, o número de milionários cresceu 7% e chegou a 199 mil no ano passado.

Em números brutos, o Brasil é 18º país com o maior contigente de milionários, parte em razão do seu tamanho, já que fica na frente de países ricos como Suécia e da Áustria.

Estados Unidos, Japão, Alemanha e China, os quatro primeiros colocados no ranking, concentram 61,6%da chamada população HNWI (sigla para indivíduo com alto patrimônio líquido, uma pessoa com investimentos superiores a US$ 1 milhão). Os EUA têm quase 6 milhões de milionários.

Veja também

Confira os novos horários de funcionamento dos shoppings da RMR
Reabertura

Confira os novos horários de funcionamento dos shoppings da RMR

Governo e Congresso negociam três propostas para Reforma Tributária
MUDANÇAS

Governo e Congresso negociam três propostas para Reforma Tributária