Ministério Público do Trabalho em Pernambuco inaugura sua nova sede

Edifício Thereza Bitu, como foi chamado, permite a otimização no atendimento das demandas dos trabalhadores por causa da nova estrutura.

Vidro (2019)Vidro (2019) - Foto: Divulgação

A nova sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco será inaugurada ainda neste mês. O prédio continua na rua Quarenta e Oito, no Espinheiro, mas passa a funcionar no número 149. O procurador-chefe do MPT, José Laízio Pinto Júnior, e a procuradora do trabalho Débora Tito foram recebidos em reunião, na segunda-feira (10), na Folha de Pernambuco por Paulo Pugliesi (diretor executivo), Mariana Costa (diretora administrativa) e Patrícia Raposo (editora-chefe) para divulgação do novo local. 


O Edifício Thereza Bitu, como foi chamado, permite a otimização no atendimento das demandas dos trabalhadores por causa da nova estrutura. São dois mil metros quadrados, quatro salas de audiência e vagas de estacionamento especiais para idoso e pessoa com deficiência. Os quatro pavimentos do prédio contam com 21 gabinetes dos procuradores, além do procurador-chefe e das salas para a diretoria, assessorias de comunicação, pericial e jurídica e peticionamento eletrônico.

“A reforma começou em 2013, tiveram uns atrasos. As instalações são bem mais confortáveis para servidores, procuradores, estagiários, funcionários terceirizados e para quem nos procura. Tem salas de audiências mais amplas e uma melhor estrutura para receber os trabalhadores”, explicou o procurador-chefe do MPT, José Laízio Pinto Júnior.

“São instalações que reúnem condições de trabalho muito melhores. Sem dúvida melhorará o desempenho da procuradoria do trabalho em Pernambuco”, apontou Pau­lo Pugliesi. A inauguração acontece no dia 19 deste mês, às 17h. O procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Curado Fleury, deve participar da inauguração. O imóvel foi cedido ao MPT pela Superintendência de Patrimônio da União (SPU) após desocupação da Advocacia Geral da União (AGU).

 

Veja também

Ministro do STF propõe validar imposto sobre heranças transmitidas no exterior
impostos

Ministro do STF propõe validar imposto sobre heranças transmitidas no exterior

Economia repassa R$ 60 milhões para o Ministério do Meio Ambiente
governo

Economia repassa R$ 60 milhões para o Ministério do Meio Ambiente