Moagem de cana poderá ser maior

No entanto, para a previsão do Sindaçúcar-PE dar certo, o setor espera que as chuvas aconteçam em maiores níveis do que na safra passada.

Elba Ramalho no Marco ZeroElba Ramalho no Marco Zero - Foto: Anderson Stevens/divulgação/PCR

 

O Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco (Sindaçúcar-PE) concluiu a estimativa da safra 2016/2017, que teve a moagem iniciada há pouco mais de um mês. Até abril de 2017, serão moídas 13,405 milhões de toneladas de cana-de-açúcar nas 16 usinas em atividade no Estado. Do montante, deverão ser produzidos 1,012 milhão de toneladas de açúcar e 330 milhões de litros de etanol.

No entanto, para a previsão do Sindaçúcar-PE dar certo, o setor espera que as chuvas aconteçam em maiores níveis do que na safra passada. “Nós esperamos que as chuvas venham agora em outubro e nos próximos meses, já que em agosto e setembro elas ficaram abaixo da média histórica. Caso isso ocorra, será essa nossa estimativa”, comentou o presidente do sindicato, Renato Cunha. Segundo ele, a safra que está em andamento é um pouco superior à passada (2015/2016), quando foram moídas 11,43 milhões de toneladas de cana.

Renato se queixa de falta de estímulo ao setor. “Com a moagem citada, ainda não se alcança os patamares das safras 2013/2014 e 2014/2015 em função da falta de políticas públicas mais estimuladoras da produção e face a déficits hídricos que ocorreram nos últimos cinco anos”. Ele afirmou que tem procurado a Secretaria Estadual de Agricultura e Reforma Agrária, que se comprometeu a interceder ao Ministério da Agricultura.
O secretário Nilton Mota se mostrou confiante. “Estamos juntos ao Ministério, à Petrobras e à Fazenda para encontrar uma solução no mercado”, disse.

 

Veja também

Receita Federal estima que metade dos fundos imobiliários sonegam impostos
receita federal

Receita Federal estima que metade dos fundos imobiliários sonegam impostos

INSS prorroga antecipação de R$ 1.045 do auxílio-doença e do BPC
inss

INSS prorroga antecipação de R$ 1.045 do auxílio-doença e do BPC