negócios

Montadora chinesa BYD assume fábrica da Ford na Bahia e vai investir R$ 3 bilhões

Empresa vai produzir veículos híbridos e elétricos, chassis para ônibus e caminhões, além de processar lítio e fosfato

BYD DolphinBYD Dolphin - Foto: Reprodução/Twitter

A montadora chinesa BYD (Build Your Dreams, do inglês construa seus sonhos) anunciou nesta terça (4) investimento de R$ 3 bilhões na Bahia para operar três fábricas no complexo de Camaçari, a 50 quilômetros de Salvador. O complexo terá três células fabris: uma dedicada à produção de chassis para ônibus e caminhões elétricos.

A segunda vai produzir automóveis híbridos e elétricos, com capacidade estimada em 150 mil unidades ao ano na primeira fase, podendo chegar a 300 mil unidades. A BYD pretende montar o Dolphin, carro elétrico que chegou ao mercado brasileiro, importador da China, por R$ 149.800,00.

A terceira unidade, voltada ao processamento de lítio e ferro fosfato, atenderá ao mercado externo, e vai utilizar a estrutura portuária existente no local.

Este é um momento de extrema importância para a BYD nas Américas. As novas fábricas no Brasil vão permitir a introdução e aceleração da eletromobilidade no país, um movimento-chave para combater as mudanças climáticas e, de fato, melhorar a qualidade de vida das pessoas”, afirmou em nota Stella Li, CEO da BYD Américas.

O início da operação está previsto para o segundo semestre de 2024. No local, funcionava uma fábrica da Ford, que deixou de fabricar veículos no país. As três fábricas devem gerar mais de 5.000 empregos e o objetivo é contratar mão de obra local.

“Queremos contratar mão de obra local, a partir deste ano, para que já comecem a receber todo o treinamento e transferência de conhecimento necessários”, disse Tyler Li, presidente da BYD Brasil, em nota.

O novo complexo da BYD será um polo de atração de fornecedores, especialmente locais, de diversos tipos, de peças a serviços. Para a realização das obras, a BYD também vai contratar empresas estabelecidas na região.

O grupo BYD vem rivalizando com a americana tesla na venda de carros elétricos. Entre seus objetivos na transição energética, a empresa quer ajudar a diminuir a temperatura do planeta em um grau.

A BYD chegou ao Brasil em 2015, quando inaugurou sua primeira fábrica de montagem de ônibus 100% elétricos em Campinas, em São Paulo. Em 2017, abriu uma segunda fábrica, também em Campinas, para a produção de módulos fotovoltaicos. Para abastecer a frota de ônibus elétricos, a empresa iniciou, em 2020, a operação de sua terceira fábrica no Brasil, no Polo Industrial de Manaus, dedicada à produção de baterias de fosfato de ferro-lítio.

A empresa é responsável ainda por dois projetos de monotrilhos no país: em Salvador, com o VLT do Subúrbio, e na cidade de São Paulo, com a Linha 17 - Ouro do metrô. A BYD comercializa no Brasil empilhadeiras, vans, caminhões, furgões e automóveis elétricos.

Veja também

Moro rebate Lula e diz que comparação com presidente do Banco Central é "nuvem de fumaça"
BRASIL

Moro rebate Lula e diz que comparação com presidente do Banco Central é "nuvem de fumaça"

BYD King: sedã híbrido plug-in chega ao Brasil em duas versões; confira detalhes e valores
FMotors

BYD King: sedã híbrido plug-in chega ao Brasil em duas versões; confira detalhes e valores

Newsletter