Coluna Movimento Econômico

Pernambuco agora tem data center de máxima segurança

Segundo relatório da empresa de segurança de dados Netscout, o Brasil sofreu 328.326 ataques cibernético no primeiro semestre deste ano.

Aresk Melo, Wagner Medeiros e Dárcio Macêdo, sócios da Surfix, único data center Tier 3 em PernambucoAresk Melo, Wagner Medeiros e Dárcio Macêdo, sócios da Surfix, único data center Tier 3 em Pernambuco - Foto: divulgação Surfix

Se tem um negócio que deve crescer muito nos próximos anos, é o de data center. Avanços na Internet das Coisas (IoT), na Inteligência Artificial (IA) e nos ataques cibernéticos são fatores que alimentam esse mercado. Os dois primeiros por exigirem alto processamento de dados e, o terceiro, por exigir mais segurança.

Os ataques não param de crescer. Só no primeiro semestre deste ano, segundo relatório da empresa de segurança de dados Netscout, o Brasil sofreu 328.326 ataques cibernéticos - 41,78% do total de 785.871 investidas na América Latina. Uma elevação de 8% na região. 

Tal panorama levou os sócios da Surfix, que surgiu há 20 anos como empresa de telefonia, a investirem num data center corporativo de padrão internacional para atender ao mercado empresarial de Pernambuco. 

Em agosto passado, a Surfix Data Center conseguiu a Certificação Tier III, inédita no estado. No Nordeste, só mais três ou quatro a possuem e alguns são data centers privados, como o da Neoenergia, na Bahia.

O Uptime Institute, sediado em Nova York, é a única instituição no mundo autorizada a certificar empresas com essa chancela. A obtenção é extremamente rígida e cara. Os investimentos totais da Surfix para adequar sua estrutura e obter o Tier III somam mais de R$ 5 milhões. O Tier III confere máxima segurança ao data center. 

Aresk Melo, um dos sócios, diz que a Surfix optou pelo modelo Edge Computing (computação de borda), que em outras palavras significa manter os dados perto do cliente para garantir maior latência – tempo de resposta a consulta de um dado. 

Assim, nos próximos 10 anos, a empresa vai investir R$ 520 milhões para ter data centers em cada um dos 26 estados e no Distrito Federal, com recursos próprios e de sócios investidores. Essa opção se justifica porque um dos maiores problemas dos grandes data centers, como os da Amazon, Google etc, é o alto consumo de energia.

Boa parte dos clientes da Surfix já sofreram ataques cibernéticos e tiveram dados sequestrados. Muitos não tinham um backup. Só que agora, além de pagar pelo resgate dos dados, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) determina o pagamento de multas pelo vazamento deles. 

Preço do frete
O cenário do setor de navegação anda desanimador. Na pandemia, o preço do frete chegou a US$ 14 mil por contêiner, hoje não passa de US$ 2 mil e tende a cair. A pressão europeia por navios mais sustentáveis tem estimulado novas embarcações no mar - só a MSC encomendou 10 porta-contêiner. A oferta global crescerá em 4 milhões de TEUs. Isso corresponde ao volume que só a Maerks tem disponível. 

Belém Boulevard
A ACLF abriu loja no Shopping Tacaruna para facilitar as vendas do condomínio lounge Belém Boulevard, no bairro de Campo Grande. O imóvel marca a chegada da construtora ao Recife, após mais de 20 anos no mercado imobiliário de Paulista.

Tech Woman
Inscrições abertas para a primeira edição do Tech Woman, que acontece no próximo sábado (25), das 9h às 17h, no Armazém Catorze, no Bairro do Recife. O evento é para pessoas que se reconheçam mulheres. A iniciativa, com palestras especiais de tecnologia e inovação, é da Assespro PE/PB. 

Leia mais no Movimento Econômico:

Com greve de servidores da Receita, saiba como liberar mercadoria

Terminal de sal se prepara para receber eólicas offshore no RN

Alagoas lidera Ranking do Mercado Livre de Gás no Brasil

Governo libera R$ 270 milhões para inovação em cadeia automotiva

Veja também

Com Super Sale, Recife Outlet promete mais descontos
Consumo

Com Super Sale, Recife Outlet promete mais descontos

A força do agro se confirma mais uma vez
Coluna Movimento Econômico

A força do agro se confirma mais uma vez