A-A+

Multinacional vai capacitar agricultores

Chamado de Prospera, o programa vai beneficiar os agricultores por meio de aulas teóricas e práticas no campo

Programa ProsperaPrograma Prospera - Foto: Divulgação

Com o intuito de beneficiar pequenos produtores de municípios pernambucanos, a empresa multinacional Corteva Agriscience lançou o programa Prospera. A partir de capacitações, é possível que os trabalhadores do campo aumentem em mais de quatro vezes a produtividade do grão do milho. Depois de realizar o programa piloto no ano passado, a empresa agora beneficia cerca de 300 produtores, tanto em sala de aula, como no campo.

De acordo com o gestor do programa, Alexsandro Mastropaulo, serão duas ações feitas para os trabalhadores. “No Prospera, a empresa doa os insumos para os produtores e financia o serviço de mecanização”, explicou Mastropaulo, ao acrescentar que os insumos doados são sementes, herbicidas e fertilizantes, por exemplo.

Leia também:
Apicultura busca saída para seca
Produção leiteira cada vez mais escassa no Estado
Marcos Palmeira investe há mais de 20 anos na agricultura orgânica

No programa, estão participando de capacitações 302 produtores em sala de aula e no campo. “A partir das atividades, os produtores conseguem aumentar a produção de 15 sacos por hectare para cerca de 70 sacos por hectare. É a vivência real de gerenciar uma propriedade”, explicou Mastropaulo, ao informar que a empresa também orienta o produtor a emitir nota fiscal e formalizar a comercialização do produto.

Segundo ele, Pernambuco necessitava de maior produção de grão de milho. “Pernambuco demanda muito grão e constatamos que muitas vezes o Estado buscava o produto fora, até na Argentina, porque não tinha aqui. E estamos negociando com duas grandes empresas que devem comprar esses grãos”, disse Mastropaulo, ao acrescentar que observaram no Estado áreas não tecnificadas. “Fomos vendo a necessidade de transferir a tecnologia para essas cidades e a partir disso, entramos em contato com prefeituras e associações do setor”, informou. Os municípios pernambucanos que participam são: Palmares, Passira, Feira Nova, Limoeiro, Itambé e Aliança.

Beneficiado pelo Prospera, o produtor de Itambé, Álvaro Borba, conseguiu gerar renda para sua família. “Antes não conseguia plantar milho. Agora estou retomando a produção e atento ao programa para agregar valor a minha produção”, comentou Borba.

Veja também

Brasil: 56,4% das dívidas dos inadimplentes são pagas em até 60 dias
Contas

Brasil: 56,4% das dívidas dos inadimplentes são pagas em até 60 dias

Vale perde posto de empresa mais valiosa da América Latina para Mercado Livre
Mercado

Vale perde posto de empresa mais valiosa da América Latina para Mercado Livre