rede social

Na estreia do Threads, Zuckerbeg ironiza Musk e posta seu primeiro tuíte em mais de uma década

No post da rede social do rival, dono da Meta coloca uma imagem de um duelo de dois homens-aranhas. E Musk responde

Threads, novo aplicativo do InstagramThreads, novo aplicativo do Instagram - Foto: Katarina Bandeira/Folha de Pernambuco

No dia de estreia do Threads, aplicativo rival do Twitter, Mark Zuckerberg, postou seu primeiro tuíte em mais de uma década, zoando o bilionário Elon Musk. No post publicado na rede social do rival, o dono da Meta coloca uma imagem de um duelo de dois homens-aranhas.

Recentemente, os dois bilionários viraram meme na internet após Musk, de brincadeira, ter chamado Zuckerberg para uma luta livre num octógono de Las Vegas.

O aplicativo Threads, controlado pela Meta e desenvolvido pela equipe do Instagram, está sendo considerado a ameaça mais potente até agora para o serviço de mídia social de propriedade de Musk. Ele foi lançado na noite de quarta-feira (5), às 20h (horário de Brasília). O lançamento global estava previsto para esta quinta-feira, mas o calendário foi antecipado pela empresa.

O tuíte de Zuckerberg parecia ser o primeiro desde 2012 – o fundador da Meta não costuma tuitar frequentemente – e vem duas semanas depois que Musk chamou o fundador da Meta para o ringue.

Logo após a postagem de Zuckerberg, Musk respondeu com sua própria réplica sobre o Instagram: "É infinitamente preferível ser atacado por estranhos no Twitter, do que se entregar à falsa felicidade de esconder a dor no Instagram".

O Threads está capitalizando uma série de erros no Twitter. Desde que Musk adquiriu a empresa por US$ 44 bilhões em outubro, ela cortou milhares de funcionários, afrouxou as políticas de moderação de conteúdo e colocou usuários e anunciantes em uma série de desafios técnicos.

Na mais recente e controversa mudança de política, o Twitter limitou o número de tuítes que os usuários podem ver diariamente – uma medida que Musk chamou de “temporária”. para afastar os raspadores de dados e bots.

“Deveria haver um aplicativo de conversas públicas com mais de 1 bilhão de pessoas”, disse Zuckerberg em um post no Threads. “O Twitter teve a oportunidade de fazer isso, mas não acertou a mão. É o que espero", acrescentou.

Veja também

Lula: Não tenho medo de reitor; quero ter relação mais democrática possível
Lula

Lula: Não tenho medo de reitor; quero ter relação mais democrática possível

Starlink mini: serviço de internet de Elon Musk lança antena portátil
Elon Musk

Starlink mini: serviço de internet de Elon Musk lança antena portátil

Newsletter