UNIÃO

Nova ajuda para estados em crise

O ministro disse esperar que o Produto Interno Bruto (PIB) chegue ao quarto trimestre crescendo 2% em relação ao quarto trimestre de 2016

Henrique Meirelles, ministro da FazendaHenrique Meirelles, ministro da Fazenda - Foto: Valter campanato/agência brasil

 

O ministério da Fazenda estuda estender a mão para auxiliar estados em crise, nos moldes da ajuda oferecida ao Rio de Janeiro. Durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suiça, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles disse que está aberto a novas discussões.

As negociações para o ajuste fiscal no estado do Rio de Janeiro deverão ser concluídas na próxima segunda-feira, disse o ministro, afirmando que o Governo Federal está aberto a discutir medidas de ajuste com qualquer estado em dificuldade financeira, mas deu a entender que poucos estados precisem recorrer a essas renegociações.

“É um ajuste fiscal sério [no caso do Rio de Janeiro]. Não tenho certeza de que muitos estados precisem fazer isso”, disse o ministro em entrevista a jornalistas na Suíça.

O ministro voltará ao Brasil na próxima quinta-feira para continuar as negociações com o Rio de Janeiro. Estado que decretou calamidade financeira em junho do ano passado e enfrenta dificuldades para honrar compromissos com fornecedores e pagar salários de servidores públicos.

De acordo com Meirelles, os indicadores mostram que a economia brasileira está se recuperando e deve voltar a crescer ainda no primeiro trimestre. O ministro disse esperar que o Produto Interno Bruto (PIB) chegue ao quarto trimestre crescendo 2% em relação ao quarto trimestre de 2016.

 

Veja também

Equipe de Guedes planeja corte na pasta de Marinho para atender ao Congresso
Economia

Equipe de Guedes planeja corte na pasta de Marinho para atender ao Congresso

Caixa sorteia neste sábado (17) R$ 40 milhões da Mega-Sena acumulada
Loteria

Caixa sorteia hoje R$ 40 milhões da Mega-Sena acumulada