O que um leigo precisa saber na hora de comprar um notebook?

Se você só mexe em funções básicas do computador, não deixe de ler as orientações sobre os usos e funções dos componentes das máquinas

Algumas habilidades podem ser o diferencial em uma seleção de empregoAlgumas habilidades podem ser o diferencial em uma seleção de emprego - Foto: Divulgação

Se você é o tipo de pessoa que liga o computador e só mexe em funções básicas, como nos programas de edição de texto e na internet, então, podemos te chamar de um “leigo em informática”.

Esta condição não é necessariamente um problema se de você não são demandados usos muito complexos de programas de computação. No entanto, a coisa pode mudar de figura se você precisar, por exemplo, comprar um notebook sozinho, sem a ajuda daquele seu amigo nerd.

Ter um note com processador rápido ou um que tenha uma grande capacidade de armazenamento? Qual a melhor memória RAM? É mesmo necessário investir em uma boa placa de vídeo?

Quer entender melhor o que tudo isso significa? Nós temos algumas informações e dicas bem interessantes para você.

Antes de tudo, como você vai usar o notebook?
Antes de pensar nas melhores configurações de um notebook, é imprescindível que você pense qual vai ser o principal uso do equipamento. Isso, porque quem precisa de uma máquina para jogar, certamente procura algumas características específicas, como boa qualidade do vídeo e processador rápido.

Quem usa o note para trabalhar, por exemplo, com edição de vídeo e fotos, precisa de uma boa memória RAM, além de um processador eficiente. Agora, se sua intenção é só ter um lugar para estudar e armazenar as fotos da família, então, o equipamento pode ser mais modesto.

Quais as principais características que você deve observar
Sabendo qual vai ser o uso do notebook, é necessário se atentar a algumas características básicas dos equipamentos, como processador, memória RAM e capacidade de armazenamento.

Processador
O processador, também chamado de Unidade Central de Processamento (UCP), é o elemento que coloca todos os programas e funções do computador para funcionar. Ou seja, ele é como o cérebro ou o motor principal das máquinas.

Quanto maior a sua capacidade, mais rápido o usuário consegue obter ‘respostas’ dos computadores. Ou seja, quanto melhor o processador, mais eficientes são os comandos e o desempenho dos equipamentos. Mas, para ter tantos benefícios, é necessário abrir a carteira, já que estes processadores costumam ser mais caros.

Quando investir em processadores rápidos
Se você faz uso de vários programas ao mesmo tempo ou se eles são mais pesados, como os de edição de foto e vídeo, então, os processadores mais rápidos são altamente recomendados para você. O mesmo vale para quem quer uma máquina para jogar.

Memória RAM
Random Acess Memory ou Memória de Acesso Aleatório (RAM) é um espaço de memória provisório no qual ficam armazenadas algumas informações sobre os programas que estão funcionando durante o uso do computador. Ou seja, a RAM é uma espécie de auxiliar do processador.

Para o processador não ter que, o tempo todo, buscar informações sobre os programas que estão em uso, o que exigiria muitos esforços da máquina, ele guarda na memória RAM os dados mais requeridos.

Quanto maior for a memória RAM, mais ela consegue ajudar o processador em seus trabalhos e mais rápida fica a máquina. Os notes mais básicos têm só 2 GB de RAM. Modelos intermediários, mas eficientes, costumam ter 4GB de RAM, enquanto os top off-line têm 8 GB.

Quando investir em memória RAM
Como dissemos, a memória RAM trabalha junto com o processador. Se o objetivo é usar muito o note para rodar programas pesados, então é essencial ter uma boa memória RAM.

Hard Disk (HD)
O Hard Disk (disco rígido) é a memória que armazena de forma permanente os arquivos e programas que estão no computador. Alguns técnicos podem chamá-lo também de “capacidade de armazenamento” do note. De forma geral, quanto maior a capacidade do HD, mais programas e arquivos o usuário pode gravar.

SSD
No mercado, também é possível encontrar máquinas que, ao invés de HD, têm SDD (solid state drive) que, nada mais é do que um HD mais ‘evoluído’. Os HDs têm sistemas magnéticos e os SSD formam um circuito integrado.

Além de serem mais leves, os SSD também são mais silenciosos e conseguem trabalhar a temperaturas mais altas. Outra boa vantagem do SSD é que ele consegue gravar os arquivos de forma mais rápida.

Bateria
A bateria é um dos principais elementos do notebook, já que garante a autonomia do usuário, isto é, a possibilidade de utilizar o equipamento sem estar conectado a uma tomada. É válido notar que quanto mais células a bateria tiver, maior é a sua capacidade de carga, isto é, tempo de autonomia.

De forma geral, os modelos intermediários conseguem oferecer uma autonomia de 3 a 4 horas. Mas há alguns notes que conseguem oferecer até 10 horas de autonomia.

Dicas anotadas? Agora é procurar o modelo que se adéqua às suas necessidades e orçamento!

Veja também

Governo e aliados discutem corte de R$ 30 bi e avaliam programa social em 2021
Economia

Governo e aliados discutem corte de R$ 30 bi e avaliam programa social em 2021

Relatório denuncia grandes bancos por lavagem de enormes quantias de dinheiro sujo
ECONOMIA

Relatório denuncia grandes bancos por lavagem de enormes quantias de dinheiro sujo