Exportação

Omã abre mercado para bovinos vivos ao Brasil, informa Ministério da Agricultura

Os animais poderão ser comercializados ao país árabe tanto para abate quanto para engorda

Brasil conquistou 15 novos mercados para produtos agropecuários.Brasil conquistou 15 novos mercados para produtos agropecuários. - Foto: Canva

O Brasil poderá exportar bovinos vivos para Omã, informou o Ministério da Agricultura, em nota. A abertura de mercado com aprovação sanitária foi confirmada nesta quinta-feira, 22, durante missão da pasta ao país, após reunião entre o secretário de Comércio e Relações Internacionais, Roberto Perosa, e o subsecretário do Ministério da Agricultura de Omã.

Os animais poderão ser comercializados ao país árabe tanto para abate quanto para engorda.

De acordo com o ministério, o Brasil exportou US$ 488 milhões em bovinos vivos em 2023 para 23 países.

Para Omã, as exportações de produtos agropecuários brasileiros somaram cerca de US$ 330 milhões, aumento de 70% ante 2022. Os embarques foram puxados sobretudo pelas carnes, que representaram 55% do total comercializado para Omã.



No ano, o Brasil conquistou 15 novos mercados para produtos agropecuários. "A pedido do ministro (da Agricultura) Carlos Fávaro seguimos com nossa missão no Oriente Médio visitando alguns países com o objetivo de ampliar o comércio agrícola brasileiro, abrir novos mercados, obter aprovações para plantas pelo sistema de pré-listagem (eliminando a necessidade de auditorias locais) e negociar a importação de fertilizantes nitrogenados", disse Perosa na nota sobre a missão ao Oriente Médio.

Ainda nas reuniões na capital de Omã, Mascate, a comitiva do ministério debateu com o governo de Omã possibilidades de cooperação governamental e ampliação de parcerias comerciais, incluindo o programa de segurança alimentar Visão 2040 de Omã, o programa brasileiro de conversão de pastagens degradadas em áreas agricultáveis. Parcerias nos setores de fertilizantes, açúcar, grãos para alimentação animal, animais vivos, carne de frango e pescados também foram abordados.

A subsecretária de Promoção de Investimentos do Ministério do Comércio, Indústria e Investimentos de Omã, Ibtisam Ahmed Said Al Farooji, apresentou ao governo brasileiro o interesse de Omã em ampliar os investimentos no exterior, focando na segurança alimentar e no objetivo do país em se tornar um hub para a região, para o qual vê o Brasil como um parceiro.

Veja também

Pernambuco acumula criação de 4,6 mil novos postos de trabalho em 2024
Empregos

Pernambuco acumula criação de 4,6 mil novos postos de trabalho em 2024

Pacheco prevê projeto sobre taxação de importados como prioridade na próxima semana
economia

Pacheco prevê projeto sobre taxação de importados como prioridade na próxima semana

Newsletter