Ônix e Prisma estão de cara nova e com muito estilo

Modelos foram reestilizados e apresentam preços iniciais atrativos: R$ 44.890 e R$ 53.690

Filme "Neruda"Filme "Neruda" - Foto: Divulgação

A reestilização banhou o Onix e o Prisma com tecnologia e eficiência energética e os deixou com a aparência atualizada. Ambos os campeões de venda da Chevrolet trazem, entre as principais novidades, uma nova geração de motores 1.0 e 1.4 e de transmissões manual e automática com seis marchas.

Os objetivos são reduzir o consumo de combustível e promover conforto. O primeiro foi alcançado com nota máxima no Programa Brasileiro de Etiquetagem do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e o selo verde pelo Conpet. Para o segundo, foram incluídas direção elétrica e nova calibração da suspensão, o que deverá deixar os modelos mais estáveis.

Do lado de fora, a dupla está vestida com um capô mais longo e inclinado com vincos esculpidos que reforçam a esportividade e o dinamismo. Os faróis estão mais estreitos, porém maiores, e carregam filetes de LED. A grade frontal ficou mais alongada, aumentando a percepção de horizontalidade dos modelos. O para-choque traz vincos acentuados que deixam os carros com aparência mais musculosa e implicam em ganhos aerodinâmicos.

Na traseira, ambos ganharam novas lanternas e para-choque remodelado. O Prisma tem agora um aerofólio esculpido na tampa do porta-malas, que segue com 500 litros, maior capacidade do segmento. Já o Onix ganhou rodas aro 15 com novo design, fundo escuro e superfície usinada, conferindo um efeito espelhado.

Na parte de dentro, além de novo grafismo no quadro de instrumentos, os modelos contam com sistema multimídia MyLink de segunda geração com Android Auto e Apple CarPlay, câmera de ré, porta-óculos no console de teto e o serviço OnStar, que faz um diagnóstico do veículo e fornece informações como quilometragem total percorrida e a pressão dos pneus.

O Onix é comercializado a partir de R$ 44.890 na versão LT 1.0. O sistema MyLink custa R$ 1.400 para ser inserido na versão de entrada. Com motor 1.4, o modelo é vendido nas versões LT e LTZ com câmbio manual e automático. A LTZ automática custa R$ 59.790.

Já o Prisma é vendido apenas com motor 1.4 a partir de R$ 53.690, com a versão top custando R$ 64.690. No hatch, o propulsor 1.4 destacado pela montadora consome um litro a cada 14,9 quilômetros na estrada e 12,5 na cidade com gasolina. Com etanol, os números são 10,2 km/l e 8,6 km/l, respectivamente.

No sedã, o consumo é de um litro de gasolina para cada 15,4 km na estrada e 12,8 na cidade. Com etanol, os números são 10,7 km/l e 8,8 km/l, respectivamente.

Veja também

Sebrae promove oficina sobre negócios relacionados a games
Negócios

Sebrae promove oficina sobre negócios relacionados a games

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio acumulado de R$ 38 milhões
Loterias

Mega sorteia hoje prêmio acumulado de R$ 38 milhões