Economia

Oposição questiona débito de R$ 1,2 bi

Estado ultrapassou o limite de alerta da Lei de Responsabilidade Fiscal

As explicações do Governo do Estado não convenceram a bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) de que o superavit registrado no ano passado é mesmo positivo. Líder da oposição, o deputado Silvio Costa Filho (PRB) prometeu até convocar o governador Paulo Câmara e o secretário da Fazenda Marcelo Barros para uma prestação de contas em uma audiência pública.

“No final de 2015, a bancada governista aprovou um pacote que rendeu quase R$ 500 milhões em aumento de impostos para o Governo. O Estado ainda recebeu os recursos da repatriação e os do Perc. Foi um incremento de quase R$ 1 bilhão. Se não fosse, teríamos deficit. E, mesmo assim saímos devendo R$ 1,2 bilhão”, reclamou Costa Filho, dizendo ainda que o Estado ultrapassou o limite de alerta da Lei de Responsabilidade Fiscal. “O limite é de 44,1%, mas gastamos 45,74% da receita com gastos de pessoal. Estamos em risco de ultrapassar o limite prudencial”, alertou.

Veja também

Planos de saúde individuais têm aumento histórico
Saúde

Planos de saúde individuais têm aumento histórico

Senado aprova MP que estabelece salário mínimo de R$ 1.212
Salário Mínimo

Senado aprova MP que estabelece salário mínimo de R$ 1.212