Empregos

Pernambuco acumula criação de 4,6 mil novos postos de trabalho em 2024

Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), método de geração de estatísticas do emprego formal

Pernambuco gerou 4.688 novos empregos em 2024Pernambuco gerou 4.688 novos empregos em 2024 - Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Pernambuco gerou 4.688 novos empregos no período de janeiro a abril deste ano. A marca representa um avanço expressivo para o Estado na comparação com o mesmo período no ano passado, quando os quatro primeiros meses somavam perda de 234 postos de trabalho. 

O resultado também é superior ao do mesmo período de 2022, em que, com a retomada de contratações após a fase mais crítica da pandemia, o Estado criou 444 empregos. Outro ponto favorável para os trabalhadores pernambucanos é o aumento do salário médio de admissão. Em abril deste ano, foi observado o incremento de 5,47% no valor, em relação ao mês de março. Assim, a média salarial em Pernambuco, que corresponde a R$1.889,96, é a segunda maior do Nordeste.

No recorte que se refere à população feminina, o resultado também é positivo, o mês de abril teve o saldo de 2.033 novos empregos para mulheres em Pernambuco. Com o resultado, o Estado acumula a criação de 9.326 postos de trabalho para as pernambucanas, desde janeiro de 2024. 

Destaque 
Por outro lado, entre os grandes setores produtivos do Estado três obtiveram saldo de empregos positivo em abril de 2024: Serviços (4.436), Construção Civil (1.651) e Comércio (487). No acumulado de janeiro a abril, a área de serviços já criou 17.409 postos de trabalho, enquanto a da construção obteve 4.397 novas carteiras assinadas.

Veja também

Oferta pública de ações da Sabesp é aberta
SABESP

Oferta pública de ações da Sabesp é aberta

Americanas registra crescimento de 30% no Dia dos Namorados
COMPRAS

Americanas registra crescimento de 30% no Dia dos Namorados

Newsletter