Desenvolvimento

Pernambuco anuncia R$ 6 milhões para 5ª edição do programa Força Local

Governador Paulo Câmara assina termo do 5º chamamento público do Força LocalGovernador Paulo Câmara assina termo do 5º chamamento público do Força Local - Foto: Paullo Allmeida/ Folha de Pernambuco

Com um investimento de R$ 6 milhões, R$ 1 milhão a mais do que nos editais anteriores, Pernambuco anunciou a abertura do 5º chamamento público do Programa para o Fortalecimento dos Arranjos Produtivos Locais em Pernambuco - Força Local. Na 5ª edição, 50 projetos serão contemplados e os segmentos de derivados artesanais de cana-de-açúcar e panificação foram incluídos no programa. 

Além disso, os projetos advindos de povos e comunidades tradicionais (PCTs) e projetos com foco em sistemas orgânicos de produção ou com base agroecológica terão pontuações extras na seleção. Como na edição anterior, a pontuação extra para APLs com pelo menos 80% de participação feminina, em conformidade com o projeto Pernambuco com Elas, continua sendo válida.  

A iniciativa direciona investimentos para impulsionar o crescimento dos Arranjos Produtivos Locais (APLs) e outros segmentos econômicos de relevância para os municípios, fortalecendo, assim, as cadeias econômicas do Estado. 

“A Força Local tem como objetivo fortalecer as comunidades e as associações dentro das suas áreas de atuação e dentro dos seus municípios, para que eles possam produzir, gerar emprego, renda e ao mesmo tempo ter condições de viver com tranquilidade nas suas comunidades”, destacou o governador Paulo Câmara. 

As inscrições para a nova edição do programa seguem até o dia 5 de janeiro de 2022 e a divulgação dos resultados será no dia 6 de fevereiro. Os interessados podem conferir o edital e realizar as inscrições no site da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe): www.addiper.pe.gov.br.  

Com o 5º chamamento, os recursos ultrapassaram a meta de R$20 milhões que seriam investidos até o final de 2022 no programa. 

“Em termos de volume de recursos já foi superada, eram R$20 milhões que a gente pensava em fazer até o final do governo Paulo Câmara, até 2022, já estamos em mais de 26 milhões, devemos ultrapassar os R$30 milhões, devemos ter mais dois editais no ano que vem”, explicou Roberto. 

Representando as APLs, Maria do Socorro, presidente da Cooperativa de Beneficiamento de Leite em Lage do Carrapicho (Coobellac), localizada em Alagoinha, no Agreste pernambucano, destacou a importância do programa para o desenvolvimento dos trabalhos dos associados.

"Com o programa Força Local conseguimos os equipamentos para fazermos os produtos. Hoje, trabalhamos com leite de cabra, doce de leite, cocada, queijo, manteiga, queijo coalho e manteiga de garrafa. O programa foi o pontapé para a gente lançar novos, porque a gente tinha necessidade e vontade, mas não tinha condições de comprar os equipamentos. Com todo esse avanço, a gente participou da Agronordeste e nosso doce foi contemplado em primeiro lugar”, explicou Maria do Socorro. 

De acordo com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Júlio, o programa converge com a promoção do desenvolvimento econômico e social.  

“Tudo isso está em convergência com a missão do Governo de Pernambuco de promover o desenvolvimento econômico e social, integrando a participação de estruturas produtivas de organização social que promovam a economia popular, como as cooperativas e associações. E é nesse tipo de segmento que o investimento público precisa entrar”, destacou o secretário. 

Todo o recurso aportado será destinado à capacitação das equipes das APLs, compra de equipamentos, reforma de espaços e desenvolvimento de negócios. O programa é liderado pela Adepe, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado. As propostas, que podem estar relacionadas a desenvolvimento econômico e social ou infraestrutura, devem incluir projeto detalhado, plano de trabalho, cronograma de atividades, entre outras especificações.

Também participaram do lançamento a vice-governadora Luciana Santos; os secretários estaduais Ana Elisa Sobreira (Mulher), José Bertotti (Meio Ambiente e Sustentabilidade) e Tomé Franca (Desenvolvimento Urbano e Habitação); os deputados estaduais Simone Santana, Aluísio Lessa e Roberta Arraes; o secretário executivo da Casa Civil, José Maurício; o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota; a diretora técnica do Sebrae, Adriana Corte Real; o diretor geral de Fomento, Inovações e Arranjos Produtivos da Adepe, João Suassuna; além dos prefeitos Uilas Leal (Alagoinha) e Josimara Cavalcanti (Dormentes).

Veja também

Fatores climáticos levaram à queda do PIB, diz secretariaeconomia

Fatores climáticos levaram à queda do PIB, diz secretaria

Land Rover recebe edição limitada exclusiva para o BrasilFMOTORS

Land Rover recebe edição limitada exclusiva para o Brasil