Pernambuco tem destaque nas receitas turísticas

Apesar do Brasil está atravessando um cenário econômico controverso, Pernambuco se destacou no cenário

A ideia de Felipe Carreras é suspender os atos do Governo Temer até que seu recurso seja julgado no Tribunal A ideia de Felipe Carreras é suspender os atos do Governo Temer até que seu recurso seja julgado no Tribunal  - Foto: Alfeu Tavares

Pernambuco teve destaque nos índices da receita nominal e do volume das atividades turísticas no ano passado. Dados do Índice da Atividade Turística da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam um acumulado em 2017 de 17,8% na receita nominal do Estado, liderando o ranking comparado aos outros estados. Esse número representa um crescimento de 18% em relação ao mesmo período de 2016. Goiás se apresentou na segunda colocação com 16,7%.

Em relação ao volume das atividades turísticas no acumulado de 2017, Pernambuco ficou em segundo lugar, com 8,2%, ficando atrás apenas de Goiás, que registrou 11,1%. O crescimento comparado ao mesmo período do ano passado foi de 8%. Essas colocações do Estado representam, na prática, mais empregos, mais dinheiro circulando na economia da região e mais desenvolvimento para as pessoas.

Leia também:
Turismo náutico cresce 40% em Pernambuco
Turismo mundial registrou crescimento de 7% em 2017, mostra OMT

De acordo com o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, o Estado vem apresentando resultados promissores no turismo. “O setor é responsável por 4% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, um percentual superior, inclusive, ao de atividades como agricultura e agropecuária”, destacou o secretário, complementando que o setor vem se fortalecendo a partir de ações promocionais de divulgação dos atrativos locais, além da captação de novos voos.

Cenário

Apesar do Brasil está atravessando um cenário econômico controverso, Pernambuco se destacou no cenário. Enquanto Pernambuco registrou crescimento, o País teve queda de 7%. Segundo a secretaria de Turismo, com base nesses crescimentos do Estado, as empresas que atuam no setor vêm se consolidando, além de novas empresas estarem surgindo no mercado. Para realizar a pesquisa, o IBGE levou em consideração as atividades, como serviços de alojamento e alimentação, transportes e serviços de agenciamento turísticos.

Veja também

Pix começa a funcionar no dia 3 de novembro para clientes selecionados
Bancos

Pix começa a funcionar no dia 3 de novembro para clientes selecionados

Ministra da Agricultura diz que nova safra pode reduzir preço do arroz
Economia

Ministra da Agricultura diz que nova safra pode reduzir preço do arroz