Investimento

Pernambuco vai ganhar três novos hotéis da rede Ibis no Interior

Encontro do governador Paulo Câmara no qual foi acertada a construção dos três hotéisEncontro do governador Paulo Câmara no qual foi acertada a construção dos três hotéis - Foto: Hélia Scheppa/divulgação/SEI

Pernambuco vai ganhar três novos hotéis da rede Ibis. O anúncio foi feito pelo governador Paulo Câmara após fechar parceria com o grupo Accor e a operadora hoteleira Stelar.

Ao todos, os hotéis terão 352 apartamentos. Os empreendimentos serão erguidos nos municípios de Caruaru (Agreste), Serra Talhada (Sertão do Pajeú), e Petrolina (Sertão do São Francisco), com investimentos totais na ordem de R$ 90 milhões.

Em Petrolina, serão 140 apartamentos da marca Ibis Styles. Já Caruaru contará com 120 unidades construídas pela empresa CP., e, em Serra Talhada, a responsável pela construção dos 92 apartamentos será a Jodibe Empreendimentos.

O início das obras está previsto para o final deste ano e começo de 2022. “Estamos muito felizes em fazer esse anúncio. As construções dos três hotéis, além de incentivar o turismo, também vão gerar empregos diretos nos três municípios. Seguimos firmes e empenhados em busca de parcerias para que Pernambuco continue crescendo”, afirmou o governador.

 

Além do governador e do secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, estiveram presentes ao encontro o presidente da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), Antonio Neves Baptista; o vice-presidente sênior de Desenvolvimento de Novos Negócios Accor América do Sul, Abel Castro; o gerente de Desenvolvimento Accor Brasil, Henrique Martins; Marcelo Duque, que atua na área de varejo e estruturação de negócios imobiliários; Rafael Amaral, arquiteto e presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-PE); e o empresário Felipe Haeckel, um dos fundadores da operadora Stelar.

Veja também

Os desafios de um mundo digitalPesquisa

Os desafios de um mundo digital

Ministro descarta risco de apagão no país por crise hídricaCrise Hídrica

Ministro descarta risco de apagão no país por crise hídrica