Economia

Petrobras deverá perder controle da BR Distribuidora

Segundo o diretor financeiro da Petrobras, Rafael Grisolia, o assunto ainda está sob aprovações internas

Sede da PetrobrasSede da Petrobras - Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

A Petrobras estuda reduzir sua participação na BR Distribuidora para menos de 50%, afirmou nesta quarta-feira (17) o diretor financeiro da companhia, Rafael Grisolia. A estatal tem hoje 71% da distribuidora de combustíveis.

"Ainda está sob aprovações internas, mas muito provavelmente devemos reduzir essa participação. Provavelmente a Petrobras continuará a ser acionista relevante, mas não mais no controle", disse.

A declaração foi dada após participação de Grisolia em seminário da agência de classificação de risco Fitch, em São Paulo.

Leia também:
Petrobras anuncia aumento de R$ 0,10 no diesel
BR Distribuidora fecha 2018 com lucro de R$ 3,2 bilhões

A Petrobras anunciou nesta quarta que contratou nove bancos para conduzir o processo de venda de ações da BR. Em 2017, a estatal repassou a investidores privados 18,75% do capital da subsidiária.

A estatal discute se a oferta de ações precisaria do crivo do TCU (Tribunal de Contas da União), se for interpretada como privatização.
Segundo Grisolia, que assumirá o posto de presidente da BR, a empresa teria mais valor se fosse desestatizada e poderia tomar decisões de maneira mais ágil em um mercado competitivo.

Veja também

Indústria de alimentos do Brasil gera 70 mil vagas de emprego em 2023
ECONOMIA

Indústria de alimentos do Brasil gera 70 mil vagas de emprego em 2023

Mercado eleva para 1,68% projeção de expansão da economia em 2024
BRASIL

Mercado eleva para 1,68% projeção de expansão da economia em 2024