Petrobras discute aliança estratégica com britânica BP

Na disputa do bloco Alto de Cabo Frio Central, formaram um consórcio com 50% de participação de cada companhia

PetrobrasPetrobras - Foto: Agência Petrobras/Divulgação

A Petrobras informou nesta terça-feira (31) que iniciou negociações para formar aliança estratégica com a petroleira britânica BP. As duas empresas atuaram em consórcio no último leilão do pré-sal, realizado na sexta (27), levando juntas dois blocos. Na disputa do bloco Alto de Cabo Frio Central, formaram um consórcio com 50% de participação de cada companhia. Para Peroba, a área mais disputada do leilão, cada uma ficou com 40% -os outros 20% ficaram com a chinesa CNODC.

Leia também:
Petrobras eleva preço da gasolina em 1,7% e reduz o do diesel em 0,3%
Governo derruba liminar e leilão do pré-sal será realizado


De acordo com a estatal, a carta de intenções assinada nesta terça (31) prevê estudos para parcerias em exploração e produção, refino, transporte e comercialização de gás, venda de petróleo e combustíveis e geração de energia, entre outros. "As parcerias estratégicas têm como benefícios potenciais o compartilhamento de riscos, o aumento da capacidade de investimentos na cadeia de óleo e gás, o intercâmbio tecnológico e o fortalecimento da governança corporativa", disse a Petrobras, em nota.

A companhia já assinou parcerias do tipo com a francesa Total, que incluiu a transferência de participações em áreas do pré-sal e térmicas, e com a chinesa CNPC, uma das controladoras da CNODC, que estuda investimento no Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro).

Veja também

Confiança na economia é central para superar crise da Covid-19, diz Davos
Economia

Confiança na economia é central para superar Covid-19, diz Davos

Grupo farmacêutico Roche anuncia fechamento de fábrica no Brasil
Medicamentos

Grupo farmacêutico Roche anuncia fechamento de fábrica no Brasil