Petrobras eleva em 7,2% preço do gás industrial a partir desta quarta

Preço do GLP destinado ao uso residencial, comercializado pelas distribuidoras em botijões de até 13 quilos, não foi reajustado

Gás de uso residencialGás de uso residencial - Foto: Pedro Ventura/ Agência Brasília/ Fotos Públic

A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (15), que aumentará em 7,2% os preços de comercialização às distribuidoras do gás liquefeito de petróleo (GLP) destinado aos usos industrial e comercial. O aumento começará a valer a partir desta quarta-feira (16).

Leia também
Escalada de preços da gasolina provoca fila nos postos


De acordo com a companhia, o preço do GLP destinado ao uso residencial, comercializado pelas distribuidoras em botijões de até 13 quilos (kg), não foi reajustado.

A Petrobras justificou o aumento pela variação das cotações do produto nos mercados internacionais desde a última revisão de preços.

O Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) se pronunciou, por meio de nota, considerando como preocupante o aumento, que afastaria ainda mais o preço interno dos valores praticados no mercado internacional, “impactando justamente os setores que precisam reduzir custos”.

De acordo com cálculos do Sindigás, o valor do produto destinado a embalagens maiores que 13 kg ficará 39,9% acima da paridade de importação.

Veja também

Netflix dispara na bolsa após superar os 200 milhões de assinantes
Mercado

Netflix dispara na bolsa após superar os 200 milhões de assinantes

Privacidade e WhatsApp: em que a última atualização interfere?
Tecnologia e games

Privacidade e WhatsApp: em que a última atualização interfere?