Petrobras perde ação trabalhista de R$ 15 bilhões no TST

Na ação trabalhista, os trabalhadores da Petrobras pediram a manutenção do cálculo usado para adicionais sobre o salário, conforme o acordo coletivo

PetrobrasPetrobras - Foto: Bruno Covas

Por 13 votos a 12, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu que funcionários da Petrobras têm direito ao pagamento de adicionais salariais que foram definidos em um acordo coletivo assinado em 2007.

O impacto da decisão nos cofres da empresa é de aproximadamente R$ 15 bilhões e beneficia cerca de 50 mil funcionários. A questão deverá afetar cerca de 7 mil processos que tratam do assunto em todo o país. Cabe recurso contra a decisão ao próprio tribunal e ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia também:
Petrobras anuncia redução de 1,11% no preço da gasolina nas refinarias
Venda de refinarias já tem cinco interessados, diz Petrobras


Na ação trabalhista, os trabalhadores pediram a manutenção do cálculo usado para adicionais sobre o salário, conforme o acordo coletivo.

A Petrobras informou em nota publicada no site da estatal que "não há impactos financeiros e econômicos imediatos para a companhia, que aguardará a publicação proferida hoje para avaliar seu inteiro teor e tomar as medidas judiciais cabíveis em prol dos seus interesses e de seus investidores". Segundo a nota, "fatos julgados relevantes sobre o tema" serão divulgados posteriormente ao mercado e à imprensa.

Veja também

Grupo farmacêutico Roche anuncia fechamento de fábrica no Brasil
Medicamentos

Grupo farmacêutico Roche anuncia fechamento de fábrica no Brasil

Apostador de Fortaleza acerta os seis números sorteados na Mega-Sena
Loteria

Apostador de Fortaleza acerta os seis números da Mega-Sena