A-A+

Petróleo

Petróleo fecha em queda após forte recuperação por tomada de benefícios

Segundo alguns analistas, o movimento se deveu a tomadas de benefícios, depois de cinco dias seguidos de alta.

PetróleoPetróleo - Foto: AFP

Os preços do petróleo recuaram nesta terça-feira (28) após uma forte recuperação durante as operações do dia, devido a tomadas de benefícios e declarações do presidente do Federal Reserve (banco central americano).

O barril de Brent do Mar do Norte para entrega em novembro fechou em queda de 0,55% em Londres, a 79,09 dólares.

Enquanto isso, em Nova York, o barril de WTI para entrega no mesmo período recuou 0,21% a 75,29 dólares.

O petróleo começou o dia em forte alta, com o Brent superando os 80 dólares por barril pela primeira vez desde outubro de 2018, a 80,75 dólares.

Segundo alguns analistas, o movimento se deveu a tomadas de benefícios, depois de cinco dias seguidos de alta. A data limite para os contratos em novembro, que terminam na quarta-feira, jogou a favor das vendas para a tomada de benefícios.

A alta do dólar também teve um efeito negativo sobre o barril de petróleo, cotado em moeda americana, ao encarecê-lo para investidores em outras divisas.

Para Jason Schenker, presidente da Prestige Economics, as declarações do presidente do Fed, Jerome Powell, no Congresso nesta terça-feira, também aumentaram o temor de uma alta antecipada das taxas de juros.

Desde a quarta-feira passada, quando terminou a reunião monetária do Fed, as taxas dos bônus americanos subiram, o que acabou preocupando a bolsa, que caiu fortemente nesta terça-feira. Um aumento das taxas e as pressões inflacionárias conspiram contra a recuperação da economia americana e a demanda de petróleo.

Veja também

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 40 milhões
Loterias

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 40 milhões

Bolsa tem leve queda com ajuste do mercado à alta da Selic
Ibovespa

Bolsa tem leve queda com ajuste do mercado à alta da Selic