Preso do Petróleo

Petróleo sobe impulsionado por Suécia e China

WTI para junho subiu 3,35%, o nível mais alto em quase dois meses

Campo petrolíferoCampo petrolífero - Foto: Pixabay

Os preços do petróleo continuaram subindo nesta segunda-feira (16), impulsionados pelo levantamento progressivo das restrições sanitárias na cidade chinesa de Xangai, pela tensão envolvendo a oferta de gasolina e pelo anúncio do pedido de adesão da Suécia à Otan.

O preço do barril do Brent para entrega em julho fechou em alta de 2,41%, a US$ 114,24. O WTI para junho subiu 3,35%, a 114,20 dólares, o nível mais alto em quase dois meses.

"Parece que nos aproximamos de uma espécie de embargo" da União Europeia às importações de petróleo russo, resumiu Matt Smith, da Kpler, para quem a escalada dos preços se deve "a uma combinação de fatores".

Veja também

Senado aprova acúmulo de saldo de telefonia não utilizado
Serviço de telefonia

Senado aprova acúmulo de saldo de telefonia não utilizado

Assaí Atacadista oferece 290 vagas de emprego para nova unidade no Recife
oportunidade

Assaí Atacadista oferece 290 vagas de emprego para nova unidade no Recife