Prazo para declaração do MEI termina nesta sexta-feira

No estado, existem cerca de 260 mil microempreendedores que devem fazer a declaração

Microempreendedor Microempreendedor  - Foto: Divulgação/Sebrae

Termina amanhã o prazo para a Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN - SIMEI). Na Declaração Anual de Faturamento, o MEI deve informar a receita bruta auferida no ano anterior. No estado, existem cerca de 260 mil microempreendedores que devem fazer a declaração. Para preencher a declaração, o contribuinte deve acessar exclusivamente o Portal do Simples.

Vale ressaltar, porém, sobre a importância do MEI estar em dia com as contas. Caso o empresário não cumpra com a obrigação ficará sujeito a punição financeira que vai de R$ 50 até 2% do rendimento anual do MEI, limitado a 20%. Além disto, é preciso estar atento aos prazos. É que o MEI que não estiver em dia com as declarações anuais (DAS-Simei) e as contribuições mensais (DAS-MEI) terá seu CNPJ será suspenso por 95 dias. Após esse prazo, caso ainda continue inadimplente, o cancelamento acontecerá definitivamente.

Para ser enquadrado como microempreendedor é preciso ter um faturamento anual de até R$ 81 mil ou mensal de R$ 6.750. Além de ter no máximo um empregado contratado. Os valores para contribuição mensal variam de R$49,90 até R$ 55,90 a depender do setor. O cálculo do valor do tributo corresponde a 5% do salário mínimo, com acréscimo de R$ 1 de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), para comércio e indústria, ou de R$ 5 de Imposto sobre Serviços, para prestadores de serviços.

Leia também: 
Para evitar cortes, Sebrae adere à agenda do Ministério da Economia
Declaração do MEI vai até sexta-feira


Para consultar ou fazer impressão de suas declarações pelo Portal do Simples Nacional, utilize a funcionalidade “Consulta Declaração Transmitida do MEI”. É só apresentar o código de acesso ou certificado digital. Essa funcionalidade exibe uma lista das declarações transmitidas pelo contribuinte, todas exibidas em formato PDF.

Empregos
O primeiro quadrimestre deste ano gerou cerca de 300 mil empregos nos pequenos negócios. Contudo, o saldo, em comparação ao mesmo período no ano passado, é 14,4% inferior. Segundo o presidente do Sebrae, Carlos Melles, a recuperação de empregos depende da retomada de confiança dos empresários. "Os números mostram que o empreendedorismo está no sangue do povo brasileiro. Foram os pequenos negócios os grandes responsáveis pelo grande número de abertura de vagas no mercado de trabalho", explica.

Veja também

Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro
Economia

Emprego cresce na indústria em um movimento atípico para dezembro

Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro
Economia

Monitor do PIB aponta alta de 1,1% na atividade econômica em novembro