Precisa mesmo de motorista?

Mercedes-Benz lança nova geração do Classe E, com três versões e preço inicial de R$ 309.900

MercedesMercedes - Foto: Divulgação

 Para os amantes da marca da estrela, a décima geração do Classe E 250 já está nas revendas da Mercedes-Benz em todo o País. O sedã foi lançado em três versões, todas com motor 2.0 turbo que gera 211 cavalos e a nova transmissão automática 9G-TRONIC de nove velocidades.


Mas não é só isso. O lançamento traz o conceito Intelligent Drive - capaz de transformar o novo Classe E no primeiro carro semiautônomo do País. Ou seja, sozinho, ele pode chegar a uma velocidade de até 210 km/h, sem que o motorista opere o acelerador ou acione o freio, mesmo em curvas de raio médio. O sistema também mantém uma distância segura (e correta) dos automóveis à frente.

E por falar em segurança, o sedã vem com outro item único: o Assistente Ativo de Manutenção de Faixa. Por meio de vibrações no volante, o dispositivo alerta o motorista quando o veículo está involuntariamente saindo da faixa a velocidades entre 60 e 200 km/h. Se o condutor não reagir ao aviso, o sistema pode acionar os freios de um lado para ajudar a trazer o veículo de volta à pista.

Quer mais? Outros sistemas presentes de série são o Crosswind Assist e o Attention Assist e o Active Brake Assist. O primeiro reduz de forma significativa os efeitos de ventos cruzados fortes, evitando que o veículo desvie muito da pista. Já o segundo, pode alertar o motorista em caso de distração no trânsito e até mesmo sonolência. O terceiro, por fim, alerta em situações de colisão iminente, dando apoio durante as frenagens de emergência e, se necessário, também faz de maneira autônoma, automaticamente. Esse último sistema também pode detectar pedestres atravessando a zona de risco à frente do veículo.

Após retomar o fôlego, é preciso saber, ainda, que o sedã acelera de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos e atinge 250 km/h de velocidade máxima. Mesmo tão rápido, o Classe E tem capacidade de evitar colisões estando a até 130 km/h.

As versões são a Avantgarde (R$ 309.900), Exclusive (R$ 319.900) e a Exclusive Launch Edition (R$ 325.900). “O Classe E é o sedã mais vendido da Mercedes-Benz no mundo e, no passado, redefiniu repetidamente os padrões de seu segmento. O modelo leva agora esta tradição para o futuro, com uma grande variedade de inovações que representa mais um passo no sentido da condução autônoma e que poderá ser utilizada pelos nossos clientes no Brasil”, afirmou o diretor-geral de Automóveis da América Latina e Caribe, Holger Marquardt.

Revenda
O grupo cearense Newland desembarca no Recife com uma revenda do selo Mercedes-Benz, na avenida Herculano Bandeira, 927, Pina. Estamos falando da Newsedan, uma loja de dois mil metros quadrados, que agrega área para novos, seminovos e oficina, além de ser uma das poucas no Brasil a seguir o padrão alemão das concessionárias da Mercedes-Benz.

À frente da loja, a gerente comercial Thais Sulzbach antecipa que o novo Classe E 250 chegará nos próximos dias e enfatiza a consolidação da marca de luxo entre os pernambucanos. “Saímos do shopping RioMar para uma loja fixa, justamente por causa da demanda. Lá, chegamos a vender 30 carros em um mês”, comemora.

Thaís antecipa que uma das estratégias é ampliar a participação da Mercedes-Benz no Interior de Pernambuco, sobretudo em praças como a do Polo de Confecções.

 

Veja também

Preços na indústria sobem 2,37%, revela pesquisa do IBGE
Economia

Preços na indústria sobem 2,37%, revela pesquisa do IBGE

Desemprego bate recorde e chega a 14,4% em agosto
Economia

Desemprego bate recorde e chega a 14,4% em agosto