Economia

Preço do diesel nas refinarias cai 10% nesta terça

A queda anunciada nesta segunda é a primeira desde o início do programa. Em agosto, a alta média foi de 13%. Em setembro, de 2,8%

Caminhão-tanqueCaminhão-tanque - Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

O preço do óleo diesel nas refinarias ficará cerca de 10% mais barato a partir desta terça (30). A queda acompanha a retração do câmbio e das cotações internacionais no último mês.

Em comunicado divulgado nesta segunda, a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) informou que a redução será de 9,62% a 10,44%, dependendo da região.

Na região Sudeste, por exemplo, o novo preço é R$ 2,1523 por litro, queda de 9,95% com relação ao valor vigente até esta segunda (29). É um corte de R$ 0,2379 por litro.

Desde o início do programa de subvenção ao diesel, a agência é responsável por estabelecer os preços de venda pelas refinarias e importadores.

Na fase atual do programa, o valor varia a cada 30 dias, de acordo com as oscilações do câmbio e do mercado internacional. Os preços anunciados nesta segunda valerão até o dia 28 de novembro.

A queda anunciada nesta segunda é a primeira desde o início do programa. Em agosto, a alta média foi de 13%. Em setembro, de 2,8%.

Com o recuo dos dois indicadores, o governo já prepara mudanças nas regras da subvenção, com o objetivo de criar um processo de transição para o fim do subsídio, previsto para 31 de dezembro.

A ideia é estabelecer uma redução gradativa do valor da subvenção, que hoje é de R$ 0,30 por litro. A medida deve trazer economia ao governo, que previu inicialmente gastar R$ 9,5 bilhões com o desconto.

Até o fim de setembro, data do último balanço divulgado pela agência, foram pagos R$ 1,6 bilhão.

A subvenção ao preço do diesel foi criado para encerrar a greve dos caminhoneiros que paralisou o país por duas semanas em maio. Além do subsídio de R$ 0,30 por litro, o governo reduziu a carga tributária sobre o combustível em R$ 0,16 por litro.

Nas bombas, porém, o litro do combustível era vendido na semana passada por R$ 3,721, em média no país, mais caro do que os R$ 3,671, já corrigidos pela inflação, vigentes na semana anterior ao início da paralisação dos caminhoneiros.

Veja também

Ministro afirma que bioeconomia deve ser prioridade no país
Bioeconomia

Ministro afirma que bioeconomia deve ser prioridade no país

Privatização da Eletrobras pode ocorrer até meados de agosto
Eletrobras

Privatização da Eletrobras pode ocorrer até meados de agosto