Preço do ouro bate recorde em seis anos devido à crise no Oriente Médio

Na sexta-feira, o preço já havia disparado 1,5% após o assassinato no Iraque do general iraniano Qassem Soleimani

Barras de ouroBarras de ouro - Foto: Reprodução/Pixabay

O ouro, um valor de refúgio em períodos de incerteza política e financeira, atingiu seu preço mais alto nesta segunda-feira desde meados de 2013, em um contexto de tensões no Oriente Médio.

Na sexta-feira, o preço já havia disparado 1,5% após o assassinato no Iraque do general iraniano Qassem Soleimani e nesta segunda-feira continuou a subir até atingir US$ 1.588,13 a onça, seu nível mais alto desde abril de 2013.

"Em períodos de incerteza política e financeira, não há nada melhor do que comprar ouro e, embora os dados pareçam mostrar compras excessivas, a tendência pode continuar enquanto a incerteza permanecer alta", disse Husein Sayed, analista da FXTM.

Leia também:
Petróleo dispara após morte de general iraniano no Iraque
Em rede social, ministro iraniano acusa EUA de terrorismo e autoridades falam em vingança
Trump ameaça atingir 52 alvos iranianos 

O parlamento iraquiano pediu ao governo no domingo "que acabe com a presença de tropas estrangeiras" no país durante uma sessão extraordinária. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, respondeu ameaçando com sanções "muito fortes" se os soldados americanos forem forçados a deixar o país.

Veja também

Fechamento de fábricas da Ford põe em dúvida futuro do setor no Brasil
Montadoras

Fechamento de fábricas da Ford põe em dúvida futuro do setor no Brasil

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela CEF
Seguro

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela CEF