A-A+

Preços de produtos durante a Páscoa variam quase 300%

Maior diferença é a do leite de coco: 287%. Mas peixes e chocolates também exigem atenção do consumidor

Reajuste em itens de páscoa foi menor do que em 2018Reajuste em itens de páscoa foi menor do que em 2018 - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O consumidor precisa ficar atento na hora de comprar os produtos de Páscoa. É o que mostra pesquisa do Procon-PE. O estudo comparou os valores cobrados por esses itens em mercados do Recife e Olinda e constatou diferenças de preço de quase 300%.

Entre os 57 produtos pesquisados pelo órgão em 11 estabelecimentos comerciais, chama atenção a diferença do preço do vidro de 200 ml do leite de coco. O insumo, um dos mais utilizados na culinária desse período, chegou a ter uma variação de 287,10% de um estabelecimento para o outro, saindo de R$ 1,55 para R$ 6.

Leia também:
Ipem-PE fiscaliza itens de Páscoa em estabelecimentos do Grande Recife
Vendas de Páscoa devem crescer 1,5%, diz pesquisa da CNC


Entre os pescados, o filé de linguado lidera a lista, com valores entre R$24,90 e R$ 78,98, uma diferença de 217,19%. A tilápia também precisa ser avaliada antes de entrar no carrinho de compras, pois o quilo produto está variando 168,14%, de R$ 22 a R$ 58,99. Entre os crustáceos, a maior diferença foi encontrada no filé de camarão médio, cujos preços variam 137,89%, de R$ 53,49 a R$ 127,25.

Gerente jurídica do Procon-PE, Daniela Sena confirma que é preciso estar atento aos preços de praticamente todos os itens da Páscoa, mas diz que essa avaliação precisa ser ainda mais rigorosa nos produtos infantis. É que, além de custarem mais, esses itens podem vir com uma quantidade de chocolate inferior à informada na embalagem. “A dica é pesquisar bastante antes de fazer a compra. No caso dos ovos de Páscoa, eles podem ser substituídos por outro item que tenha um melhor custo-benefício”, recomentou.

Segundo a gerente, o quilograma dos ovos com brinquedo pode custar R$379,93. “É mais de 40% do salário mínimo do consumidor”, alertou Daniela, dizendo que o preço dos ovos sem brinquedo também não é baixo. Neste caso, o quilo de chocolate custa no mínimo R$ 104,31 entre os 28 ovos avaliados. Já as caixas de chocolate, mais baratas, podem ter variações de 98,7%, saindo de R$ 6,99 a R$ 13,99.

Veja também

Free Fire MAX tem data de lançamento marcada para 28 de setembro
JOGOS

Free Fire MAX tem data de lançamento marcada para 28 de setembro

Pesquisa do BID revela otimismo entre exportadores da América Latina
AMÉRICA LATINA

Pesquisa do BID revela otimismo entre exportadores