Grise na Ucrânia

Preços do milho e trigo batem recordes após invasão à Ucrânia

Além dos cereais, o preço do petróleo também disparou devido ao conflito no leste europeu

Ucrânia sofre ataques russosUcrânia sofre ataques russos - Foto: Genya Savilov / AFP

Os preços do milho e do trigo bateram recordes no fechamento dos mercados europeus nesta terça-feira (1º), situando-se, respectivamente, em US$ 389,63 e US$ 377 a tonelada para entrega neste mês.

Seis dias após o início da invasão russa à Ucrânia, conhecida historicamente como "celeiro da Europa", os valores desses alimentos dispararam. Os portos ucranianos continuam bloqueados e a demanda é alta, com "compradores buscando soluções" para substituir as cargas ucranianas que esperavam receber, disse à AFP Damien Vercambre, da corretora Inter-Courtage.

"Nada mudou no momento, mas os mercados começam a se conscientizar. As exportações foram totalmente interrompidas e é urgente encontrar novas saídas", explicou o corretor. "A China esperava a entrega de 4 a 5 milhões de toneladas de milho ucraniano e agora tenta se abastecer de outra maneira", acrescentou.

Além dos cereais, o preço do petróleo também disparou devido ao conflito no leste europeu..

Veja também

Caixa: Conselheira relata gritos, tapas na mesa e intimidação em reuniões com Guimarães
Caixa

Caixa: Conselheira relata gritos, tapas na mesa e intimidação em reuniões com Guimarães

Petrobras: novo presidente não comparece em reunião do Conselho
Economia

Petrobras: novo presidente não comparece em reunião do Conselho